03:01 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Presidente Michel Temer durante reunião bilateral com o presidente da República Oriental do Uruguai, Tabaré Vázquez

    Temer se reúne com presidente do Uruguai em Nova York

    Beto Barata/PR
    Brasil
    URL curta
    71ª Assembleia Geral da ONU (31)
    519014

    O presidente uruguaio, Tabaré Vázquez, manifestou hoje (19), em reunião com o Presidente Michel Temer, a grande importância do Brasil para o Uruguai e o interesse de Montevidéu na integração no âmbito do Mercosul.

    Em resposta ao pedido de intensificação das relações com o Brasil, Temer ressaltou os laços históricos entre os dois países e frisou que as relações entre as nações devem ser pautadas pela harmonia institucional.

    "Nosso desejo é de harmonia entre os países. Temos que ter relações mais intensas, independentemente dos governantes. O fundamental são as instituições” – afirmou Temer.

    Abordando o tema do Mercosul, o presidente do Brasil destacou ainda a urgência de eliminar as barreiras internas do bloco. Ele pediu o apoio do Uruguai na discussão e reforçou o interesse reiterado do presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, no acordo de livre-comércio entre Mercosul e União Europeia, sobre o qual haverá nova rodada de discussões em outubro.

    O reunião entre Michel Temer e Tabaré Vázquez foi o primeiro encontro do gênero após o episódio de mal estar entre os países. O Uruguai emitiu um comunicado criticando o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, considerando o ato como uma profunda injustiça. Além disso, recentemente, aconteceu novo abalo na relação entre Brasil e Uruguai, devido as discussões do comando do Mercosul.

    Michel Temer visita Nova York para participar da 71ª Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), a ser realizada entre os dias 20 e 26 de setembro.

    Tema:
    71ª Assembleia Geral da ONU (31)
    Tags:
    reunião, relações, Michel Temer, Tabaré Vázquez, Nova York, Uruguai, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik