11:44 20 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Manifestação contra Temer é reprimida pela PM na Avenida Paulista - São Paulo, 29/08/16

    Justiça manda soltar manifestantes presos em ato contra Temer em São Paulo

    Paulo Pinto/ AGPT/ Fotos Públicas
    Brasil
    URL curta
    1430472

    A Justiça mandou soltar na segunda-feira (5) 18 dos 27 manifestantes detidos no domingo (4) pela Polícia Militar no protesto contra o presidente da República, Michel Temer, na capital paulista, informou Agência Brasil.

    A decisão ocorreu em audiência de custódia no Fórum Criminal da Barra Funda, zona oeste de São Paulo. Todos os manifestantes soltos são maiores.

    “O Poder Judiciário entendeu que essa decisão foi ilegal. O juiz relaxou a prisão ao entender que não houve cometimento de crime nenhum por parte das pessoas que estavam detidas hoje”, disse o advogado ativista Marcelo Feller. De acordo com ele, a partir da decisão, os jovens não responderão mais ao processo criminal, mas poderão continuar a ser investigados.

    “Nas palavras do juiz, ele disse que vivemos, independentemente de entendimentos políticos de todos, dias tristes para nossa democracia, e disse textualmente: triste do povo em que seus cidadãos têm que aguentar as coisas de boca fechada”, disse Feller, que acompanhou a audiência de custódia.

    Em coletiva de imprensa, o comandante do Policiamento da Capital, Dimitrios Fyskatoris, defendeu a atuação da PM e disse não reconhecer nenhum excesso da tropa.

    Mais:

    São Paulo tem grande protesto contra o governo Temer
    São Paulo tem manifestação contra golpe, Temer e violência policial
    Protestos contra impeachment bloqueiam ruas em São Paulo
    Manifestantes contra impeachment na Paulista são reprimidos pela PM
    Tags:
    abuso de poder, manifestantes, justiça, Marcelo Feller, Dimitrios Fyskatoris, Michel Temer, Brasil, São Paulo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik