10:07 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Advogado-Geral da União, José Eduardo Cardozo

    Impeachment: Cardozo duvida ter revertido o voto de algum senador

    Marcelo Camargo/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    320701

    O advogado de defesa da presidenta afastada Dilma Rousseff no processo do impeachment, José Eduardo Cardozo, declarou que não está seguro de ter convencido algum senador a votar contra destituição da presidenta.

    "Não se reverteu nenhum voto, mas deveria. É evidente, as provas são claras. É indiscutível. O discurso de ontem (de Dilma) reforçou tudo o que foi dito no processo", disse ao sair da sessão no plenário. 

    Depois da maratona de debates da sessão desta terça-feira, que deve entrar pela madrugada de amanhã, acontece finalmente a votação final do processo de impeachment, que será aberta, nominal e feita pelo painel eletrônico.  

    Se 54 senadores ou mais votarem a favor do processo, a presidenta será definitivamente afastada e ficará inelegível por oito anos a partir do fim de 2018, quando se encerraria o seu mandato conquistado em 2014 com mais de 54 milhões de votos. Caso contrário, o processo será arquivado e Dilma reassumirá a Presidência da República.

    Mais:

    Julgamento do impeachment deve se estender até a madrugada
    Para analista, faltou ao PT organização da classe trabalhadora para evitar o impeachment
    Acusação abre mão do tempo de réplica para acelerar processo do impeachment
    Impeachment: TCU diz que análise de processo foi técnica e imparcial
    Tags:
    senador, impeachment, José Eduardo Cardozo, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik