10:17 26 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Terceiro dia Julgamento Dilma Rousseff no Senado

    Impeachment: Acusação e defesa de Dilma se enfrentam no Senado antes da votação final

    Edilson Rodrigues/Agência Senado
    Brasil
    URL curta
    Impeachment no Senado (104)
    6336

    O julgamento da presidenta afastada Dilma Rousseff é retomado nesta terça-feira (30), um dia após a petista ter comparecido ao Senado para responder às questões dos parlamentares. Acompanhe ao vivo a sessão histórica:

    A sessão de hoje, presidida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, começa com a fase de debates entre acusação e defesa. Os advogados de cada parte terão 1h30 para falar. Depois, estão previstas réplica e tréplica de 1h cada.

    Dilma faz discurso durante defesa no Senado
    Imagem Marcelo Camargo/Agência Brasil
    Na sequência, cada um dos 81 senadores terá até 10 minutos para discursar, se assim o desejarem.

    Depois da maratona de debates, que pode entrar pela madrugada de quarta (31), acontece finalmente a votação final do processo de impeachment, que será aberta, nominal e feita pelo painel eletrônico.  

    Dois senadores favoráveis ao impeachment e dois contrários terão cinco minutos cada um para encaminhamento de votação.

    Em seguida, Lewandowski fará a seguinte pergunta aos senadores: “Cometeu a acusada, a senhora presidente da República, Dilma Vanna Rousseff, os crimes de responsabilidade correspondentes à tomada de empréstimos junto a instituição financeira controlada pela União e à abertura de créditos sem autorização do Congresso Nacional, que lhes são imputados e deve ser condenada à perda do seu cargo, ficando, em consequência, inabilitada para o exercício de qualquer função pública pelo prazo de oito anos?”

    Se 54 senadores ou mais votarem a favor do processo, a presidenta será definitivamente afastada e ficará inelegível por oito anos a partir do fim de 2018, quando se encerraria o seu mandato conquistado em 2014 com mais de 54 milhões de votos.

    Caso contrário, o processo será arquivado e Dilma reassumirá a Presidência da República.

    Ordenar as mensagens
    • 02:29

      Pró-impeachment: 42; Contra o impeachment: 18; Não declarou: 3;

    • 02:28

      Sessão encerrada por Ricardo Lewandowski. A sessão será retomada às 11h.

    • 02:27

      Senador Romário (PSB-RJ) é o último senador inscrito a falar e declara voto a favor do impeachment.

    • 02:21

      Senador José Maranhão (PMDB-PB) afirma acreditar nos crimes de responsabilidade de Dilma.

    • 02:11

      Senador Elmano Férrer (PTB-PI) afirma que não conseguiu enxergar o crime de responsabilidade da presidente no processo.

    • 02:07

      Pró-impeachment: 40; Contra o impeachment: 17; Não declarou: 3;

    • 02:06

      Senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) declara voto a favor do impeachment.

    • 01:52

      Senador Eduardo Lopes (PRB-RJ) defende o impeachment.

    • 01:49

      Senador Roberto Muniz (PP-BA) declara voto contra o impeachment.

    • 01:46

      "Declaro meu voto contra o impeachment", disse o senador João Capiberibe (PSB-AP).

    • 01:46

      O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) defende o impeachment.

    • 01:15

      Senador Dalirio Beber (PSDB-SC) declara-se convencido dos crimes de responsabilidade,

    • 01:09

      Pró-impeachment: 36; Contra o impeachment: 15; Não declarou: 3;

    • 01:08

      O senador José Agripino (DEM-RN) diz que houve crime de responsabilidade.

    • 00:49

      Senador Cristovam Buarque (PPS-DF) declara voto pelo impeachment.

    • 00:44

      O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) declara voto a favor do impeachment.

    • 00:28

      O senador Pedro Chaves (PSC-MS) afirma que vota a favor do impeachment.

    • 00:18

      Senador Otto Alencar (PSD-BA) cita Chico Buarque e anuncia voto contra impeachment.

    • 00:03

      "Estamos diante de um golpe mais democrático que este país já viveu", disse o senador Waldemir Moka (PMDB-MS), ao defender o impeachment.

    • 23:59

      Senadora Simone Tebet (PMDB-MS) anuncia voto a favor do impeachment.

    • 23:51

      Pró-impeachment: 29; Contra o impeachment: 14; Não declarou: 3;

    • 23:50

      Senadora Ana Amélia (PP-RS) diz que votará pelo impeachment.

    • 23:43

      A senadora Rose de Freitas (PMDB-ES) diz que defendeu um pacto nacional, e que no início do processo também defendeu novas eleições, mas não declarou voto.

    • 23:27

      O senador Hélio José (PMDB-DF) vota pelo impeachment.

    • 23:12

      Senador Sérgio Petecão (PSD-AC) defende o impeachment.

    • 23:04

      O senador Wilder Morais (PP-GO) diz que votará a favor do impeachment.

    • 22:56

      Senador Lindbergh Farias (PT-RJ) discursa contra o impeachment.

    • 22:53

    • 22:51

      Senador Zezé Perrella (PTB-MG) diz que o governo Dilma quebrou o país, apoiou o impeachment e disse que o PT deve voltar para a oposição.

    • 22:38

      Senador Benedito de Lira (PP-AL) fala em vitória da ética política e declara voto a favor do impeachment.

    • 22:29
      Constituição Federal do Brasil

      'Antecipar eleição presidencial é constitucionalmente inviável'

      Em seu depoimento ao Senado Federal na segunda-feira, 29, a Presidente Dilma Rousseff fez alusão à proposta que encampou no sentido de convocar a população no dia 2 de outubro para, além de participar da eleição municipal, responder em plebiscito se deseja antecipar a eleição presidencial. O jurista Fernando Neisser comenta: "Inviável."
      Mostrar mais
    • 22:28

      Lewandowski diz que todos os oradores devem falar hoje e que a interrupção da sessão deverá ocorrer por volta das 3 horas da manhã. A sessão será reaberta amanhã, às 11 horas, para votação.

    • 22:27

      Ricardo Lewandowski interrompe a sessão para considerações.

    • 22:26

      O senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) defende o impeachment.

    • 22:25

      Pró-impeachment: 22; Contra o impeachment: 13; Não declarou: 2;

    • 22:20

      Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) declara voto conta impeachment.

    • 22:07

      Senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) diz ter convicção de que Dilma cometeu crime de responsabilidade.

    • 21:56

      Senador Cidinho Santos (PR-MT) diz que votará pelo impeachment de Dilma para acabar com a divisão de classes no país, estimulada pelo PT.

    • 21:49

      PT x PSDB no Twitter

    • 21:46

      Senador Armando Monteiro (PTB-PE) declara voto contrário ao impeachment.

    • 21:30

      Senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) defende o impeachment.

    • 21:19

      senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) diz que o processo está acontecendo por que é legal, constitucional e juridicamente perfeito.

    • 21:06

      Pró-impeachment: 17; Contra o impeachment: 11; Não declarou: 2;

    • 21:03
      Julgamento no Plenário do Senado

      Senadores avaliam como positivo o embate entre acusação e defesa sobre impeachment

      Após a apresentação dos argumentos finais da acusação e da defesa nesta terça-feira (30), quinto dia do julgamento do impeachment contra a presidenta afastada Dilma Rousseff, os senadores pró e contra o impeachment fizeram um balanço de maneira geral positivo dessa fase do processo.
      Mostrar mais
    • 21:03

      Senador José Aníbal (PSDB-SP) diz que o Brasil precisa de um choque de capitalismo e defende o impeachment.

    • 20:48

      Senador Paulo Paim (PT-RS) discursa contra o impeachment.

    • 20:43

      O senador Ivo Cassol (PP-RO) diz que diante de todos os fatos, decidiu acompanhar a vontade do povo de seu estado e do Brasil e votar a favor do impeachment.

    • 20:29

      Senador Valdir Raupp (PMDB-RO) defende a legalidade do processo de impeachment e vota a favor do impedimento de Dilma Rousseff.

    • 20:17

      O senador José Pimentel (PT-CE) compara a democracia brasileira ao cristianismo, na época em que sofria perseguição em Roma.

      Lembrando a ditadura militar e tentativa de golpe contra Getúlio Vargas, Pimentel discursa contra o impeachment. 

    • 20:06

      Com discurso repleto de citações da bíblia, um inflamado senador Magno Malta (PR-ES) defende o impeachment.

      Malta afirma que as pedaladas foram feitas para enriquecer o Foro de São Paulo e Cuba e tenta cantar uma música de despedida para Dilma. Felizmente foi interrompido pelo presidente da sessão, Ricardo Lewandowski. Senadores pró-impeachment ostentavam sorrisos condescendentes, porém satisfeitos.

    • 20:02
      Senadores articulam para tentar reverter os últimos votos no julgamento do impeachment

      Senadores contra impeachment acreditam em reverter votos, já os a favor a vitória é certa

      Às vésperas da votação final do julgamento do impeachment, marcada para esta quarta-feira (31), senadores contra e a favor se articulam para tentar reverter os últimos votos. Para a aprovação do impeachment são necessário 54 votos ou mais e 28 para a rejeição e o arquivamento do processo.
      Mostrar mais
    • 19:55

      Pró-impeachment: 13; Contra o impeachment: 9; não declararam: 2;

    • 19:53

      Senador Aécio Neves (PMDB-MG) discursa a favor do impeachment.

    • 19:46

      O senador Eduardo Amorim (PSC-SE) diz que está convencido de que houve crime de responsabilidade.

    • 19:44
      O advogado José Eduardo Cardozo faz a defesa de Dilma Rousseff

      Defesa diz que Dilma é julgada por vencer eleições e acusação que impeachment vem das ruas

      O julgamento do impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff entrou nesta terça-feira (30) na reta final no Senado com o embate entre acusação e da defesa, que apresentaram seu argumentos finais em plenário.
      Mostrar mais
    • 19:40

      Senadora Regina Sousa (PT-PI) acusa o processo de impeachment de ser armado pela oposição e pela imprensa.

      Regina Souza disse que Polícia Federal produziu espetáculos para desgastar o governo e acusou a Globo de participar do "golpe". "Está sendo travada a luta entre a Bolsa Família e a Bolsa de Valores". 

    • 19:37

      A sessão é reaberta por Ricardo Lewandowski.

    • 19:03

      Ativistas e personalidades se manifestam nas redes

    • 18:39
      Dilma Rousseff

      Redes sociais reagem com humor ao processo de impeachment de Dilma

      O julgamento da presidenta afastada Dilma Rousseff foi retomado nesta terça-feira em meio a tensões pela aproximação do momento decisivo do futuro do governo brasileiro. Com a população dividida nas ruas, internautas seguem utilizando as redes sociais para se manifestar de maneiras diversas ao processo de impeachment, sem perder o humor.
      Mostrar mais
    • 18:10

      Sessão é suspensa por uma hora

    • 18:02

      Senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) é o último a falar antes do intervalo da sessão

    • 18:00

      Lewandowski diz que fala de senadores só terminará de madrugada

      De acordo com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), a votação ainda não tem horário definido, mas acontecerá nesta quarta-feira.

      Senado Federal

      Julgamento do impeachment deve se estender até a madrugada

      A fase de discussão dos senadores no julgamento da presidenta afastada Dilma Rousseff deve durar ainda cerca de nove horas, já que dos 66 senadores inscritos para discursar, 49 ainda devem subir à tribuna do plenário do Senado.
      Mostrar mais
    • 17:55

      Se Dilma cometeu crime, o Congresso foi conivente, de acordo com Costa

    • 17:50

      Senador Humberto Costa (PT-PE) considera julgamento de Dilma uma aberração

    • 17:44

      "Eu voto não à usurpação da soberania popular", diz Grazziotin

    • 17:42

      Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM): Que espécie de democracia é o Brasil?

      Senadora critica aqueles que querem a saída de Dilma "pelo conjunto da obra" ou para barrar investigações da Lava Jato.

    • 17:18

      Pró-impeachment: 10; Contra o impeachment: 6

    • 17:16

      Senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) fala agora em defesa de Dilma

    • 17:15

    • 17:07

      Collor compara o seu caso com o de Dilma

      "Me condenaram politicamente em meio a tramas e ardis de uma aliança de vários vértices", disse o parlamentar sobre o seu processo em 1992, acrescentando que a presidenta afastada transformou sua gestão em uma tragédia.

    • 17:03

      O ex-presidente e senador Fernando Collor (PTC-AL) faz uso da palavra

    • 17:01

      Dário Berger (PMDB-SC) defende pacto nacional

      Senador diz que Dilma não possuía mais condições de governabilidade e que o impeachment é necessário.

    • 16:55

    • 16:51
      Psol Temer

      Para analista, faltou ao PT organização da classe trabalhadora para evitar o impeachment

      No quinto dia de julgamento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado, vários analistas afirmam que as chances de reversão do julgamento se tornam a cada momento mais nulas. Com o afastamento definitivo da presidente, há quem se preocupe com os cenários que se delineiam com a oficialização do governo Temer.
      Mostrar mais
    • 16:43

      Placar: 8, 4, 1

      De todos os senadores que se manifestaram até agora, quatro se posicionaram contra o impeachment da presidenta Dilma, enquanto 8 deles se mostraram a favor. Um deles não se declarou.

    • 16:34

      Senadora Fátima Bezerra (PT-RN) responsabiliza Cunha por desestabilização

      Segundo a parlamentar, o ex-presidente da Câmara dos Deputados teve papel fundamental no "golpe", assim como os grandes meios de comunicação do Brasil.

    • 16:26

      Impeachment: Senadores discursam no julgamento e manifestações pró-impeachment demonstram 'vantagem'

      Até então, foram 7 senadores que se manifestaram a favor do impeachment; 3 contra; e 1 não declarou. 

       

    • 16:18

      A senadora Angela Portela destaca realizações dos governos Lula e Dilma

      Segundo ela, "este não é um julgamento justo, mas um 'justiçamento político', onde as provas são desprezadas e o debate inútil".

      Dilma faz sua defesa no plenário do Senado

      Analista político: 'Dilma Rousseff produziu no Senado a sua melhor fala'

      O pronunciamento da presidente afastada Dilma Rousseff perante o Senado Federal, na segunda-feira, 29, é considerado pelo analista político Creomar de Souza como "a sua melhor fala desde que assumiu a Presidência da República".
      Mostrar mais
    • 16:14

      A senadora Angela Portela (PT-RR): esta sessão do Senado pode terminar como a mais triste da história brasileira

    • 16:13
      Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa extraordinária para votar a Denúncia 1/2016, que trata do julgamento do processo de impeachment da presidenta afastada Dilma Roussefff

      'Discurso de Dilma no Senado não mudou opinião dos senadores'

      "Não acredito que alguém tenha mudado de opinião ou firmado opinião a favor de Dilma ao ouvir aquele discurso". O comentário é do cientista político Ricardo Ismael, professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC), do Rio de Janeiro, falando com exclusividade à Sputnik Brasil.
      Mostrar mais
    • 16:12

      Senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) fala de suposto "bolivarianismo" dos governos do PT

      O senador declara 'sim' ao impeachment. 
      "Não, ela (Dilma) não é vítima. É o estelionato eleitoral que foi praticado. Prometeram na campanha e não cumpriram", disse ele. 

    • 15:40
      Janaína Paschoal, coautora do pedido de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff

      Acusação abre mão do tempo de réplica para acelerar processo do impeachment

      A advogada de acusação Janaína Paschoal decidiu não fazer a réplica às argumentações apresentadas pelo advogado da defesa, José Eduardo Cardozo, que fica sem direito ao tempo que teria de tréplica. O objetivo da acusação é acelerar o processo.
      Mostrar mais
    • 15:38

      A senadora Lúcia Vânia (PSB-GO): "Vivemos aqui a mais absoluta normalidade democrática."

    • 15:32

      O senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) diz que é mais um voto a favor do impeachment de Dilma

      Segundo Ataídes,  Dilma cometeu crime "momento é de olhar para a frente para o país ter esperança de dias melhores".


    • 15:24
      Petroleiros Temer

      Em campanha salarial, petroleiros intensificam resistência ao governo Temer

      Assim como outras categorias profissionais, os petroleiros também acompanharam o quinto dia de julgamento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado, que dedicou a terça-feira a ouvir argumentos de defesa e acusação. E a disposição é de aumentar as manifestações contra o governo interino.
      Mostrar mais
    • 15:20

      Senador Requião insinua que pode haver "guerra civil" se impeachment passar: "conflito será inevitável"

    • 15:10
      Procurador Júlio Marcelo de Oliveira, do TCU, na Comissão Especial do Impeachment.

      Impeachment: TCU diz que análise de processo foi técnica e imparcial

      O Tribunal de Contas da União (TCU) divulgou nesta terça-feira(30) uma nota afirmando que analisou os processos referentes ao impeachment de forma técnica e imparcial.
      Mostrar mais
    • 15:08

      Jorge Viana: alguns veículos de comunicação apoiaram "explicitamente esse golpe".

    • 15:00

      O senador Jorge Viana (PT-AC) diz que Dilma colocou sua vida em risco para defender a democracia

    • 14:57

      O senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) fala agora sobre a autoria e o dolo de Dilma nos decretos

      O relator do processo na Comissão Especial de Impeachment, Antonio Anastasia, contraria a versão de que FHC e Lula teriam emitido decretos semelhantes.

    • 14:43

      O senador Gladson Cameli (PP-AC) diz que 'golpe' é 'demonizar a oposição'

      O senador Gladson Cameli (PP-AC) diz que "não vê como golpe" lutar pelo cumprimento das leis e da Constituição. "Golpe é gritar para a comunidade internacional de que há um golpe em curso" e "posar de vítima".

    • 14:35

      Recomeça a sessão após intervalo

      66 senadores estão inscritos. Cada um tem 10 minutos para a sua fala. 

    • 14:28

      Cardozo se emociona ao falar com jornalistas

    • 14:24
      José Eduardo Cardozo na Comissão de Impeachment para debater o relatório apresentado pelo Senador Antonio Anastasia

      Cardozo vai às lágrimas após fazer defesa de Dilma

      O advogado de defesa da presidenta afastada Dilma Rousseff, José Eduardo Cardozo, ao sair do plenário do Senado para o intervalo da sessão do impeachment chorou ao conversar com jornalistas. “Nunca deixei de me emocionar diante da injustiça. Aquele que perde a emoção diante da injustiça se desumanizou”, afirmou.
      Mostrar mais
    • 13:46

      Roberto Requião (PMDB-PR) acredita que pelo menos 33 senadores votem contra o impeachment

    • 13:42

      Manifestação contra Temer e por direitos sociais nas ruas de Curitiba

    • 13:17

      Manifestações em São Paulo

      Manifestação Fora Temer na Avenida Paulista

      Protestos contra impeachment bloqueiam ruas em São Paulo

      Manifestantes contrários ao impeachment da presidenta Dilma Rousseff bloquearam na manhã de hoje (30) diversas vias importantes da capital paulista, provocando longos congestionamentos e conflitos com a polícia.
      Mostrar mais
    • 13:15

      Sessão interrompida, com retorno previsto para as 14h10

    • 13:11

      Cardozo termina sua fala sob aplausos

      Cardozo disse esperar que, no futuro, se Dilma for condenada, o ministro da Justiça peça desculpas a Dilma, se ela ainda estiver viva, ou aos seus descendentes, se a presidenta já tiver morrido. 

      "Que a história absolva Dilma Rouseff se vossas excelências quiserem condená-las. Mas, se quiserem fazer justiça aos que sofreram violência de estado, julguem pela justiça. Não aceitem que nosso país sofra um golpe parlamentar", concluiu Cardozo. 

    • 13:06

      Cardozo: "Conjunto da obra é o povo que decide"

      Vontade popular é soberana, diz advogado de defesa, pedindo que senadores acatem proposta de Dilma para convocar plebiscito sobre novas eleições.

    • 12:59

      Manifestações contra o impeachment no Ceará

      Protesto contra o impeachment de Dilma Rousseff no Ceará

      Manifestantes protestam contra impeachment no Ceará

      Diversos movimentos sociais e lideranças políticas se reúnem hoje (30) em Fortaleza (CE), para protestar contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff.
      Mostrar mais
    • 12:57

      "Prazo Anastasiano"

      Cardozo inventa o termo "prazo anastasiano", para falar do prazo atribuido a posteriori pelo relator do processo na Comissão Especial do Impeachment, Antonio Ansatasia, às supostas "operações de crédito" do Pano Safra.

    • 12:48

      'Nem na Santa Inquisição' aconteceria um processo como esse, diz Cardozo

      Advogado de Dilma destaca incongruências na acusação. 

    • 12:33

      "Mulheres, quando são corretas e íntegras, são duras", diz Cardozo

      Advogado diz que Dilma foi "profundamente discriminada por ser mulher". A presidenta "ia na jugular" de seus ministros quando sentia "o cheiro de corrupção", lembra Cardozo, ressaltando a integridade notória de Dilma. "Não enxovalhem a honra de uma mulher digna!", exortou. 

    • 12:27

      Pretextos irrelevantes são usados retoricamente pela oposição para afastar uma mulher que incomoda as elites, diz Cardozo

    • 12:18

      Cunha foi eleito presidente da Câmara com apoio da oposição para desestabilizar o governo, contra a vontade de Dilma, diz Cardozo

    • 12:13

      Maior parte da população brasileira não sabe dizer quais são as acusações contra Dilma, diz Cardozo

    • 12:10

      Cardozo: "Às vezes os acusadores têm crise de consciência"...

      A exemplo da advogada Janaína Paschoal, que chorou e pediu desculpas a Dilma por fazer a presidenta "sofrer".

    • 12:05

      Lewandowski dá a palavra ao advogado de defesa de Dilma, José Eduardo Cardozo

    • 12:01

      Aécio diz que Hoffmann assumiu papel de "censora"

      Senador tucano diz que discurso de Janaína e Reale Junior é "uma peça que a história irá revisitar por muitos e muitos anos", e que Gleisi Hoffmann "não tem o direito" de ofender advogados da "dimensão moral e intelectual" de Janaína e Reale Junior.

    • 12:00

      Senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) critica apelos de Janaína "a Deus e aos netos de Dilma"

      "Isto não é uma cena", ressalta a senadora, observando que os discursos feitos pela acusação foram totalmente políticos e farsescos.

    • 11:58

      Discurso "acalorado" de Reale é ironizado nas redes sociais

    • 11:52

      Reale Junior acusa Dilma de governar "ditatorialmente", sem o Congresso

    • 11:39

      Reale Junior: "Há cadáver e há mal-cheiro desse cadáver"

      Advogado repete tese de que há crime de responsabilidade da presidenta Dilma.

    • 11:31

      Professor Miguel Reale Junior, advogado da acusação, toma a palavra.

    • 11:29

      Sessão retomada

      Senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) diz que Aloysio falou de maneira "descontrolada" e pede retratação. Senadores da oposição riem da proposta.

    • 11:26

      Lewandowski suspende sessão por 5 minutos após confusão

    • 11:25

      O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) diz que o deputado José Guimarães (PT-CE) "insultou" Janaína de "golpista"

      "Golpistas são vocês", diz Aloysio, pedindo intervenção da polícia do Senado para impedir manifestações desse tipo na Casa.

    • 11:22

      Janaína chora e pede desculpas a Dilma

      Advogada diz que pede desculpas a Dilma por causar "sofrimento" à presidenta, e afirma que segue com o processo "também pelos netos dela (de Dilma)".

    • 11:21

      Janaína pede "transparência humana"

      "Um Brasil melhor e mais translúcido para nossa crianças", diz a advogada

    • 11:13

      Manifestações contra o impeachment seguem em curso no país

    • 10:57

      "Foi Deus", diz Janaína, rejeitando a acusação de que houve conluios políticos na abertura do processo de impeachment

      "Foi Deus que fez que, ao mesmo tempo, várias pessoas 'percebessem' o que estava acontecendo no país" e se organizassem para iniciar o processo do impeachment, afirmou Janaína.

    • 10:48

      Janaína reconhece que processo de impeachment "não se trata de processos contábeis"

      Segundo ela, se fosse esse o caso, então realmente se trataria de um golpe. Mas o impeachment, diz Janaína, resulta de uma "fraude" de Dilma diante do povo brasileiro. 

    • 10:32

      Advogada Janaína Paschoal, da acusação, inicia sua fala

      "Ninguém pode ser perseguido por ser mulher. No entanto, ninguém pode ser protegido por ser mulher", diz Janaína, dizendo que "pensou muito" antes de resolver abrir a acusação contra a primeira presidenta mulher do país.

    • 10:32

      Votação está prevista para acontecer na quarta-feira (31) de manhã

    • 10:30

      Ricardo Lewandowsky começa sessão

      Segundo o presidente do STF, 65 oradores já estão inscritos.

    Ao vivo
    Impeachment: Acusação e defesa de Dilma se enfrentam no Senado antes da votação final
    +
    Tema:
    Impeachment no Senado (104)

    Mais:

    Manifestação contra o impeachment de Dilma Rousseff no Rio de Janeiro
    Cidades brasileiras têm manifestações contra o impeachment
    'Após o impeachment, o PT terá de se reinventar'
    Senadores pró e contra impeachment repercutem discurso de defesa de Dilma
    Dilma Rousseff se defende e pede que senadores digam não ao impeachment e sim à Democracia
    Manifestantes acampam em Brasília para protestar contra impeachment
    Temer aguarda final do julgamento de impeachment para iniciar viagens internacionais
    Tags:
    processo, votação, impeachment, TV Senado, Senado, Janaína Paschoal, Ricardo Lewandowski, Dilma Rousseff, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar