18:33 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Carro experimental brasileiro

    Protótipo de carro brasileiro alcança consumo de 300 km por litro de etanol

    Equipe Pato Branco / Divulgação
    Brasil
    URL curta
    3150
    Nos siga no

    Parece ficção científica mas não é. Pesquisadores do Departamento de Mecânica da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) desenvolveram um protótipo de carro que consegue rodar mais de 300 quilômetros com apenas um litro de etanol.

    O protótipo está causando o maior sucesso na exposição da Feira Internacional de Tecnologia Sucroenergética (Fenasucro) que começou  nesta terça-feira, 23, em Sertãozinho,  no interior de São Paul,o e que termina no próximo dia 26. O veículo faz parte de um projeto da universidade onde pesquisadores estudam como produzir carros de alta eficiência energética com menor emissão de poluentes e ecologicamente mais sustentáveis. Um dos professores que trabalham no projeto, Bruno Medeiros, diz que a proposta incentiva o aluno a participar de projetos de maior sustentabilidade, como construir um veículo que consuma a menor quantidade de combustível possível, no caso o etanol.

    "Nosso melhor desempenho foi em uma competição internacional recente em Detroit,  capital do automóvel nos Estados Unidos. Atingimos a média de 316 quilômetros por litro e fomos vice-campeões das Américas, ficando atrás apenas da equipe de pesquisadores americanos. Estamos evoluindo a cada dia mais.  A Shell, apesar de ser uma grande petrolífera, apóia esse tipo de competição e vai realizar uma etapa brasileira na qual temos a pretensão de alcançar os 400 quilômetros por litro."

    Em competição internacional nos EUA
    Equipe Pato Branco / Divulgação
    Em competição internacional nos EUA

    O professor diz que o projeto ainda é um protótipo individual. Tem um piloto mais parecendo um cavaleiro olímpico, bem pequenininho e pesando 45 quilos. O segredo, explica Medeiros, é a construção da carroceria em fibra de carbono, o  motor de 32 cilindradas, componentes que reduzem o atrito, calibragem elevada dos pneus, além de uma série de recursos tecnológicos no motor.

    Medeiros explica que, como a competição é universitária, a questão da velocidade ainda não é importante. 

    "Quanto mais devagar você for, mais combustível você vai economizar, então nem existe incentivo para velocidade.  Para isso acontecer, você teria que ter a colaboração de uma montadora e desenvolver um protótipo para ser aplicado na indústria."

    O modelo, batizado de Popyguia, começou a ser desenvolvido em 2009 e ainda tem muito pela frente antes de ser produzido em série pelas montadoras no Brasil. Segundo Medeiros, o veículo até poderia ser flex, até porque a média de consumo da gasolina é maior do que o do etanol, mas a proposta é justamente reduzir a emissão de poluentes como o gás carbônico, dai a razão pela escolha do álcool de cana. Até agora, conforme o professor, o protótipo tem feito o maior sucesso, mas a equipe de pesquisadores da UTFPR ainda não foi sondada por nenhuma montadora no país.

    Pesquisadores do Departamento de Mecânica da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) desenvolvem protótipo de carro que consegue rodar mais de 300 km com apenas um litro de etanol.
    Equipe Pato Branco / Divulgação
    Pesquisadores do Departamento de Mecânica da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) desenvolvem protótipo de carro que consegue rodar mais de 300 km com apenas um litro de etanol.

    Mais:

    Governo do Brasil aumenta a adição de etanol na gasolina
    Álcool gratuito: encontrado cometa que emite etanol
    Tags:
    combustíveis fósseis, protótipos, etanol, efeito estufa, consumo, universidade, pesquisa, Paraná, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar