03:41 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Internet.

    Não se deixe enganar: saiba como checar a velocidade da sua internet móvel

    © Sputnik / Maksim Bogodvid
    Brasil
    URL curta
    0 90

    Em um mundo cada vez mais conectado, a maioria dos brasileiros não sabe o quanto paga para ter uma internet veloz em seus dispositivos. Quem está insatisfeito com esse desempenho no celular agora conta com a ajuda de um aplicativo lançado pela Proteste – Associação de Consumidores para conferir se não se está pagando gato por lebre.

    Ao usar o aplicativo, além de descobrir a velocidade real na sua área de uso, aonde quer que esteja, o usuário ainda pode descobrir a velocidade das redes móveis em todo o Brasil. Um mapa dá uma visão global da qualidade das redes móveis das principais operadoras brasileiras.

    Com base na qualidade e na conexão nos locais que mais se frequenta, é possível identificar qual operadora atende melhor às necessidades de cada perfil de usuário. O aplicativo é gratuito e colaborativo, ou seja, aumenta com a quantidade de pessoas que o utilizam, estando disponível para os sistemas operacionais Android e IOS.

    O bom do aplicativo é que ele garante o anonimato e permite simular a experiência real com vários tipos de análises, além dos costumeiros testes de download e upload e quanto tempo um pacote de informação leva para chegar ao seu destino. O sistema também inclui testes de qualidade quanto à navegação na internet e ao streaming do You Tube.

    De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), os serviços de conexão com a internet têm que respeitar padrões mínimos de qualidade. Essas obrigações são medidas de duas formas. Uma é que a velocidade de conexão não deve ser inferior a 40% da velocidade ofertada ao cliente. Isto é, quando a operadora oferece um pacote com velocidade de 1 Mbps, a velocidade não deve ser inferior a 400 kpbs. Assim, a média mensal de velocidade não deve ser inferior a 80% da ofertada ao cliente.

    Quase sempre, as operadoras de telefonia oferecem planos de conexão à internet com franquias de dados limitadas, nas quais é prevista a redução da velocidade de conexão após o cliente atingir certo limite de tráfego em megabits por mês. Caso ofereça planos desse tipo, pela lei, a operadora é obrigada a informar tanto a velocidade de acesso contratada até atingir a franquia, quanto a velocidade a que o consumidor terá direito após a franquia ser atingida.

    Quer saber mais? Então acesse o site: www.testesuaconexao.com.br para saber como baixar o aplicativo para medir a velocidade real de sua internet. 

    Mais:

    Internet vai à loucura no primeiro dia de Pokémon GO no Brasil; veja as melhores reações
    China construirá 'Internet orbital' usando rede quântica
    Tags:
    Código de Defesa do Consumidor, velocidade, operadoras de telefonia, Telecomunicações, legislação, Internet, YouTube, Anatel, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik