17:04 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Soldado Hélio Andrade

    Polícia faz operação para prender suspeitos da morte do soldado da Força Nacional na Maré

    Reprodução Facebook
    Brasil
    URL curta
    Rio 2016 (253)
    211
    Nos siga no

    A Polícia Civil realiza nesta terça-feira (16), um operação no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio em busca de suspeitos de matar o soldado da Força Nacional, Helio Andrade.

    A ação da Divisão de Homicídios na comunidade Vila do João visa cumprir dois mandados de prisão dos traficantes Alexandre Ramos Nascimento, conhecido como Pescado, de 28 anos, e Thiago da Silva Folly, o TH.

    O soldado Hélio Andrade era de Roraima, e estava no Rio atuando no esquema de segurança dos Jogos Rio 2016. Ele foi baleado na cabeça após uma viatura da Força Nacional ser atacada à tiros no último dia 10 ao entrar por engano na Vila do João.

    Hélio Andrade chegou a ser submetido a cirurgia, mas não resistiu ao ferimento e morreu no dia seguinte. Estavam ainda na viatura da Força Nacional no momento do ataque, o capitão Alen Ferreira, do Acre, que teve ferimentos leves e o soldado Rafael Pereira do Piauí, que escapou ileso.

    Durante a ação nesta manhã (16) três suspeitos foram mortos  em confronto com a Polícia e outras três pessoas foram presas, um deles tinha mandado de prisão pendente e estava com um carro roubado.

    Com os mortos foram apreendidas três pistolas calibre 9mm, que vão passar por perícia para verificar se foram usadas no crime contra o soldado Hélio Andrade. Os Policiais ainda apreenderam drogas, rádios transmissores, carregadores, dinheiro e cadernos de contabilidade do tráfico local.

    A operação conta com 145 agentes da Delegacia de Homicídios (DH-Capital), com apoio da Divisão de Homicídios, da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), além de dois blindados. 

    O corpo do soldado da Força Nacional foi levado para o estado de Roraima no domingo (14), onde foi velado. O enterro do policial aconteceu na segunda-feira (15).

    Tema:
    Rio 2016 (253)
    Tags:
    operação, Divisão de Homicídios, Força Nacional, Polícia Civil, Complexo da Maré, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar