11:33 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Rio 2016 (253)
    231
    Nos siga no

    A ressaca que atingiu o Rio de Janeiro na madrugada de sábado (13) destruiu a plataforma flutuante da maratona aquática dos Jogos Olímpicos Rio 2016, na Praia de Copacabana.

    De acordo com o Comitê Organizador do evento, a plataforma tem quatro módulos e dois deles acabaram se desprendendo e foram parar na areia, por conta das fortes ondas. 

    Mesmo com o imprevisto, os organizadores informaram que a prova feminina de maratona aquática marcada esta segunda-feira (15), está mantida.

    Ao conversar com a imprensa, o diretor de Comunicação do Rio-2016, Mario Andrada, disse que os atletas vão usar uma balsa reserva que está sendo decorada e será rebocada para a Praia de Copacabana. A balsa vai ser colocada no lugar da plataforma que foi danificada.

    "Estamos envelopando a balsa reserva. Foi uma questão da natureza. Estamos resolvendo."

    A maratona aquática feminina desta segunda-feira (15) terá a participação das brasileiras Ana Marcela Cunha e Poliana Okimoto. Já na terça-feira (16), Allan do Carmo compete pela prova masculina. Na competição os atletas largam da plataforma flutuante e nadam dez quilômetros.

    Tema:
    Rio 2016 (253)
    Tags:
    plataforma, mar, ressaca, Jogos Rio 2016, aquática, maratona, Brasil, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar