17:50 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Bombeiros ganham equipamentos contra ameaças químicas

    Bombeiros do Rio ganham dos EUA equipamentos contra ameaças químicas para Jogos Rio 2016

    Divulgação Bombeiros/RJ
    Brasil
    URL curta
    Ameaças terroristas na Rio 2016 (22)
    511

    Para aumentar a segurança dos Jogos Rio 2016, o Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro ganhou do governo americano a doação de equipamentos para atuação em atentados terroristas de natureza QBRN, ou seja, ameaças químicas, biológicas, radiológicas e nucleares.

    De acordo com  o com o subcomandante-geral da corporação, coronel Roberto Robadey, os equipamento vão ficar à disposição da corporação para empenho em casos de ocorrências nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, e após esse período os itens, como roupas  específicas (EPIs), máscaras, antídotos, macas bolhas, e objetos de detecção de nuvens tóxicas, por exemplo, se tornarão legado para o Grupamento de Operações com Produtos Perigosos (GOPP) – unidade especializada da instituição localizada em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

    "O governo federal norte-americano tem tradição no desenvolvimento de políticas públicas e ações para o trato de ameaças QBRN. É fundamental estabelecer a cooperação e o intercâmbio das práticas com países que desenvolveram conhecimentos especializados no domínio da avaliação, prevenção, detecção, comunicação e resposta a este tipo de risco."

    A solenidade de entrega dos materiais aconteceu no Quartel Central, no Centro do Rio, e contou com a presença do cônsul-geral dos Estados Unidos, James Story, que ressaltou o reconhecido trabalhos dos bombeiros do Rio.

    "A equipe do Rio de Janeiro, que segue protocolos internacionais de ação, está apta a enfrentar situações de emergência provocadas por substâncias de natureza QBRN. Os equipamentos vêm agregar este tipo de trabalho ao profissionalismo dos bombeiros. Esperamos no futuro acertar novas parcerias."

    Para o superintendente de Grandes Eventos dos Bombeiros, coronel Wanius Amorim, esse tipo de ação reflete o espírito olímpico de gestos de paz entre as nações. "Nossas equipes estão baseadas nos quatro centros olímpicos (Deodoro, Maracanã, Parque Olímpico e Copacabana). Todas preparadas para qualquer incidente. A iniciativa dos EUA só nos engrandece e possibilita mais segurança para visitantes e cariocas."

    Tema:
    Ameaças terroristas na Rio 2016 (22)
    Tags:
    Jogos Rio 2016, segurança, doação, equipamentos, armas químicas, Corpo de Bombeiros, EUA, Brasil, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik