02:40 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    José Serra, chanceler do governo provisório Temer

    Odebrecht afirma ter doado 23 milhões para campanha presidencial de José Serra

    © AFP 2017/ EVARISTO SA
    Brasil
    URL curta
    1836072

    Informações divulgadas pelo jornal Folha de S. Paulo dão conta que, segundo executivos da Odebrecht, a empresa doou cerca de 23 milhões de reais, de forma ilegal, para a campanha presidencial de José Serra em 2010. Em valores atualizados, as cifras doadas ao hoje Ministro das Relações Exteriores do Brasil equivaleriam a 34 milhões e meio de reais.

    Os Procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato e da Procuradoria Geral da República (PGR) obtiveram esta revelação na última semana, através de funcionários da empresa que tentam homologar um acordo de delação premiada, de acordo com as informações do jornal paulista. 

    Durante o encontro, que aconteceu na sede da Polícia Federal em Curitiba, os executivos informaram que parte do valor foi entregue no Brasil, e parte foi paga através de depósitos em contas bancárias no exterior. As conversas fazem parte de uma série de entrevistas em que os possíveis colaboradores da Operação Lava Jato corroboram informações que são apresentadas pelos advogados durante negociação de delação premiada. O acordo, que vem sendo negociado desde abril, ainda não foi assinado.

    Para comprovar que o pagamento foi feito via caixa dois, a Odebrecht diz que irá apresentar extratos bancários que mostram os depósitos realizados fora do país, que tinham como destino final a campanha do então candidato à Presidência da República, José Serra.

    Essa é a primeira vez em que o nome de um destacado membro do PSDB é envolvido nas investigações de esquemas de corrupção na Petrobras. 

    Sobre estas denúncias, José Serra declarou em nota oficial que “a campanha para a presidência, em 2010, foi conduzida de acordo com a legislação eleitoral em vigor à época, e que, as finanças de sua campanha foram responsabilidades do PSDB.”

    Mais:

    Marcelo Odebrecht revelará como contribuiu de forma ilícita para diversos políticos
    Dilma nega conversa com Odebrecht sobre propina e vai entrar na Justiça sobre acusações
    Vem aí a 'metralhadora' da Odebrecht: delação promete atingir centenas de políticos
    Serra e Kerry dizem que relação entre Brasil e EUA vive nova fase
    Tags:
    denúncia, corrupção, acordo, delação premiada, doação, campanha, exterior, Caixa 2, contas, Operação Lava Jato, PSDB, Petrobras, Odebrecht, Polícia Federal, Procuradoria Geral da República (PGR), Folha de São Paulo, José Serra, Curitiba, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik