12:28 22 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Dilma Rousseff se reúne com juristas

    Tribunal Internacional vai a Brasília prestar solidariedade a Dilma

    Roberto Stuckert/PR
    Brasil
    URL curta
    1151

    A presidente afastada Dilma Rousseff recebeu nesta quinta-feira, 21, no Palácio do Planalto, uma comitiva de juízes do Tribunal Internacional pela Democracia que foram emprestar solidariedade à mandatária. Na quarta-feira, após dois dias de debate no Rio, o tribunal condenou o impeachment, classificado como novo tipo de golpe.

    O evento, realizado no Teatro Casa Grande, no Leblon, foi organizado pela Via Campesina Internacional, Frente Brasil Popular e Frente Brasil de Juristas pela Democracia. Foram ouvidas testemunhas de defesa e acusação que, após exames de documentação oficial e dossiês, entregaram sua conclusões a um júri formado por integrantes de nove países: Argentina, EUA, Irã, México, Colômbia, Itália, França, Espanha e Costa Rica.

    A conclusão do encontro – que foi aberto à participação do público e transmitido por redes sociais – é que o impeachment de Dilma foi a conjugação de diversos movimentos e interesses político-econômicos que culminaram na formulação de um golpe branco, sem o uso da força e com a tentativa de legitimá-lo juridicamente.

    O Tribunal Internacional pela Democracia é uma iniciativa inspirada no Tribunal Russell, que, nos anos 60, julgou crimes de guerra praticados pelos Estados Unidos no Vietnã e também pelo Tribunal Russell II que, nos anos 70, na Itália, julgou direitos humanos violados por diversas ditaduras latino-americanas.

    Mais:

    Tribunal Internacional no Rio condena impeachment de Dilma Rousseff
    Aldo Rebelo defende Dilma e diz que Comissão do Impeachment é formalidade
    Tags:
    golpe branco, tribunal internacional, juízes, impeachment, Via Campesina, Frente Brasil Popular, Palácio do Planalto, Dilma Rousseff, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar