20:09 15 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    1 0 0
    Nos siga no

    Ao contrário da ONU, o ministro da Justiça do Brasil, Alexandre de Moraes, afirmou nesta terça-feira que não há probabilidade de ocorrer um ataque terrorista no Brasil durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

    Alexandre de Moraes participou da entrevista coletiva que reuniu organizadores dos Jogos a um mês da abertura da competição, marcada para 5 de agosto.

    "Não temos probabilidade de algum evento terrorista. A possibilidade existe no mundo todo, mas não há a probabilidade. Mas trabalhamos como se houvesse", disse, segundo a Agência Brasil, o ministro, que pediu tranquilidade à população e aos turistas.

    A declaração vai de encontro ao que afirmou Jean-Paul Laborde, secretário-geral assistente da ONU, também nesta terça-feira.

    “O perigo é que, obviamente, devido ao alcance dos terroristas em todo o mundo, organizações terroristas usem esses Jogos Olímpicos como ocasião para propagar seus ataques. Nenhum país está imune a isso. O que o país deve fazer é usar o exemplo de boas práticas de países que realizaram esse tipo de evento antes”, disse Laborde, que também chefia a Diretoria Executiva Antiterrorismo da ONU.

    O Ministério da Justiça assumiu a segurança patrimonial das arenas olímpicas do Rio de Janeiro juntamente com a Força Nacional de Segurança Pública. Segundo o ministro Alexandre de Moraes, todo o efetivo da Força Nacional, da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal estará em seus postos até 24 de julho.


    Mais:

    Força Nacional de Segurança inicia operação para os Jogos Rio 2016
    Fuzileiros Navais vão reforçar a segurança nos Jogos Rio 2016
    Parque Olímpico Rio 2016
    Tags:
    Brasil, Alexandre de Moraes, Ministério da Justiça do Brasil, Rio 2016, Jogos Olímpicos, segurança, ameaça terrorista
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar