09:41 15 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Ricardo Lewandowski, presidente do Supremo Tribunal Federal.

    Recurso da defesa para incluir delação de Machado no processo de impeachment é negado

    Estadão Conteúdo / Leonardo Benassatto
    Brasil
    URL curta
    1129
    Nos siga no

    O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, negou nesta segunda-feira (4) o pedido feito pela defesa da presidenta afastada Dilma Rousseff para incluir os depoimentos de delação premiada do ex-senador e ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, no processo de impeachment que tramita no Senado, informou Agência Brasil.

    De acordo com o ministro, a denúncia por crime de responsabilidade, conforme defendido pela própria defesa, somente pode tratar sobre abertura de créditos suplementares sem autorização do Congresso e seis decretos assinados em desacordo com a Lei Orçamentária.

    No recurso, a defesa de Dilma, representada pelo ex-advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, alegou que o conteúdo das gravações mostra “claramente” que a intenção do processo de impeachment é paralisar as investigações da Operação Lava Jato.

    Mais:

    Sérgio Machado reafirmou que Temer aceitou repasse de propina
    Sérgio Machado diz ter pago R$ 32 milhões em propinas a Renan Calheiros
    Sérgio Machado diz ter repassado R$1 milhão para candidatura de Aécio à Câmara
    Tags:
    golpe, impeachment, Operação Lava Jato, Dilma Rousseff, Sérgio Machado, José Eduardo Cardozo, Ricardo Lewandowski, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar