10:59 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Aldo Rebelo.

    Aldo Rebelo defende Dilma e diz que Comissão do Impeachment é formalidade

    Agência Brasil / Antonio Cruz
    Brasil
    URL curta
    1084
    Nos siga no

    O ex-ministro da Defesa, Aldo Rebelo, informou nesta terça-feira (28) durante a Comissão Especial do Impeachment que nunca foi advertido por técnicos do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre os créditos suplementares que beneficiaram sua pasta.

    Ele participou da fase final da Comissão Especial do Impeachment, que ouve as testemunhas de defesa. A expectativa é de que esta fase termine nesta quarta-feira. 

    Rebelo disse que nem ele e nem ninguém identificou qualquer irregularidade na época que os decretos foram assinados. “Nunca recebi nesses anos no Executivo nenhum tipo de advertência nesse sentido”, declarou.

    Ao citar a sua experiência em seis mandatos na Câmara, passando pelo impeachment de Collor e pelo governo de Fernando Henrique, a testemunha defendeu o governo Dilma, afirmando que não existe nada que se assemelhe a um crime de responsabilidade por parte da presidenta afastada. 

    “Não vejo o ano de 2015 poder ser caracterizado como um ano de desajuste das contas públicas, de exagero ou frouxidão nos gastos do Executivo. Não foi isso que eu vi, não foi isso que testemunhei”, apontou.

    “Se as despesas primárias fossem de cem reais, estaríamos discutindo aqui 16 centavos. As pessoas deveriam ser honestas em dizer que querem retirar uma presidente do poder porque não a apoiam mais. Isso aqui é só uma formalidade sendo cumprida. Lamento e espero que a população perceba o que está acontecendo”, destacou.

    Mais:

    Comissão do Impeachment ouve novas testemunhas de defesa
    Comissão do Impeachment é suspensa após apagão em Brasília
    Começa a última fase da Comissão Especial do Impeachment
    Servidores do Rio entram na Assembleia com pedido de impeachment do governador interino
    Sem verba federal, servidores do Rio vão pedir impeachment de Francisco Dornelles
    Tags:
    comissão, impeachment, Dilma Rousseff, Aldo Rebelo, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar