06:53 28 Março 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    1071
    Nos siga no

    A campanha na Internet para baixar os preços surgiu no Brasil devido ao aumento brusco dos preços dos produtos alimentícios. Por exemplo, o preço de feijão mostra um aumento de 33% em comparação com o período análogo do ano passado.

    Após a campanha da Internet ter ganho força, o presidente interino Michel Temer anunciou a decisão de facilitar as importações dos países vizinhos a fim de baixar o preço do feijão,  informando disso no seu Twitter. Foi assim que apareceu o hashtag #TemerBaixaOPreçoDoFeijão que ganhou popularidade entre a comunidade brasileira.

    A requisição foi feita ao Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, Blario Maggi, que teve uma reunião com Temer ontem, 22 de junho.

    Além do feijão, os preços de outros alimentos também cresceram: o arroz aumentou 4%, o grão mostra uma alta quase de  40%, segundo a informação com base do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

    ​Os problemas com os preços são provocados pelo alto nível de inflação e fatores climáticos. Nesta situação o governo federal do Brasil tomou a decisão de introduzir medidas para facilitar o processo de importações de produtos dos países do Mercosul-Argentina, Paraguai e Bolívia. E também já está estudando a possibilidade de importações do México.

    Mais:

    Dilma diz que Temer está 'desmontando o País'
    China acusa Temer e Serra de boicotar os BRICS
    Tags:
    inflação, crescimento, alimentos, aumento, preço, Michel Temer, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar