02:53 21 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão, anula votação do impeachment

    Diretor da TV Câmara demitido após transmitir pronunciamento de Cunha

    Gustavo Lima/ Câmara dos Deputados
    Brasil
    URL curta
    215

    Claudio Lessa, responsável pela televisão da Câmara, foi demitido na terça-feira (22) por mostrar o discurso de Cunha.

    A decisão da demissão foi tomada pelo presidente atual da Câmara Waldir Maranhão.

    O ato de demissão de Claudio Lessa, que ocupava o posto de diretor executivo da Secretaria de Comunicação Social da Câmara dos Deputados, surgiu após o pronunciamento do antigo presidente da Câmara dos Deputados que foi afastado há um mês por decisão do Supremo Tribunal Federal, transmitido pela televisão da Casa.

    A transmissão da TV Câmara, que fazia cobertura ao vivo da entrevista coletiva, foi interrompida após cerca de 1h30 de coletiva, assim que começaram as perguntas dos jornalistas.

    Fazemos lembrar que duas semanas atrás surgiu uma decisão de Maranhão da anulação da tramitação do impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

    Como afirma a Folha de São Paulo, esta decisão pode ser interpretada como um sinal do medo do presidente da Câmara de perder seu mandato. 

    Mais:

    Comissão do Impeachment: ex-ministros dizem que decretos não geraram novas despesas
    Comissão do Impeachment: testemunhas dizem que Dilma não cometeu crime de responsabilidade
    Tags:
    decisão, entrevista coletiva, transmissão, pronunciamento, demissão, Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik