01:51 18 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Anéis olímpicos dos Jogos de 2016, no Parque Madureira

    OMS: risco de contrair zika é o mesmo com ou sem Olimpíada

    © AFP 2019 / YASUYOSHI CHIBA
    Brasil
    URL curta
    Zika Vírus: Alerta global (77)
    0 01
    Nos siga no

    A Organização Mundial da Saúde (OMS) concluiu nesta terça-feira (14), após reunião de seu comitê de emergência, que os riscos individuais de turistas contraírem zika em áreas de transmissão da doença independem da realização de eventos de massas, como as olimpíadas, informou Agência Brasil.

    O comitê da OMS considerou como baixo o risco de ampliação e de propagação internacional do vírus zika durante os Jogos Olímpicos. A OMS reforçou que a única recomendação de restrição de viagem para a Olimpíada do Rio de Janeiro é para mulheres grávidas.

    A entidade também aconselha que gestantes cujos parceiros sexuais vivem ou viajam para áreas onde há epidemia de zika usem preservativo nas relações sexuais ou se abstenham de sexo durante a gestação. 

    Para a organização, viajantes que irão para áreas onde há surto do vírus Zika devem ser aconselhados sobre os potenciais riscos e sobre as medidas a serem tomadas para reduzir a possibilidade de exposição à picada do mosquito Aedes aegypti, que transmite o vírus.

    O vírus Zika começou a circular no Brasil entre 2013 e 2014, mas teve os primeiros registros feitos pelo Ministério da Saúde em maio de 2015. Em fevereiro deste ano, a OMS declarou emergência em saúde pública de importância internacional por causa das implicações da infecção pelo vírus.

    Tema:
    Zika Vírus: Alerta global (77)

    Mais:

    Alto risco: Zika leva atleta britânico a congelar esperma
    Rússia planeja realizar testes clínicos de medicamentos contra Zika
    Rússia não vê zika como ameaça aos Jogos Olímpicos do Rio
    Zika: pesquisadores brasileiros não veem motivo para mudar Jogos Olímpicos
    Governo Federal libera R$ 65 milhões para reforçar estudos de combate ao vírus Zika
    Tags:
    zika, Jogos Olímpicos, Rio 2016, OMS, Brasil, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar