13:30 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Eduardo Cunha se defende no Conselho de Ética da Câmara

    Votação do processo de Cunha é adiada

    Lucio Bernardo Junior /Câmara dos Deputados
    Brasil
    URL curta
    332
    Nos siga no

    O Conselho de Ética da Câmara discutiu nesta terça-feira (7) o parecer do relator, Marcos Rogério (DEM-RO), que recomenda a cassação do mandato parlamentar do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

    Após quatro horas de sessão, o presidente do Conselho de Ética da Câmara, José Carlos Araújo, decidiu encerrar a sessão sem realizar a votação do relatório que pede cassação de Cunha.

    Foi concedido um prazo maior para apreciação do voto em separado do deputado federal João Carlos Bacelar (PR-BA), que propôs uma pena menor para Cunha. A pena alternativa seria uma suspensão de três meses do mandato da presidência da Câmara.

    A sessão aconteceu no mesmo dia em que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão de Eduardo Cunha, presidente do Senado, Renan Calheiros, do senador Romero Jucá e do ex-presidente da República, José Sarney.

    Acompanhe a sessão do Conselho de Ética:

     


    Mais:

    Processo contra Cunha pode ser votado hoje pelo Conselho de Ética
    Procuradoria-geral pede prisão de Cunha, Sarney, Jucá e Calheiros
    Conselho de Ética vota nesta terça-feira cassação de Eduardo Cunha
    Relator do Conselho de Ética pede a cassação de Cunha
    Tags:
    processo, Conselho de Ética, Eduardo Cunha, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar