04:52 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Médico

    Governo Temer autoriza reajuste de até 13,57% em planos de saúde, acima da inflação

    Brasil
    URL curta
    808
    Nos siga no

    Os planos de saúde médico-hospitalares individuais/familiares poderão sofrer reajuste de até 13,57% no período compreendido entre maio de 2016 e abril de 2017, segundo autorização da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A decisão foi publicada nesta segunda-feira (6), no Diário Oficial da União.

    A mudança, anunciada na última sexta-feira (3), atinge cerca de 8,3 milhões de beneficiários – 17% do total de 48,5 milhões de consumidores de planos de assistência médica no Brasil.

    Pelo segundo ano consecutivo, o teto de reajuste ficou acima da inflação oficial do país, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), e que em abril acumulou 9,28% em 12 meses. Em 2015, o índice de reajuste máximo foi fixado pela ANS em 13,55%, e em 2014 – em 9,65%.

    O índice autorizado pela ANS atinge apenas planos individuais e familiares, já que o reajuste de planos coletivos empresariais é calculado com base na livre negociação entre as operadoras e as empresas, fundações, associações, conselhos profissionais.

    Tags:
    médicos, medicina, saúde, reajuste, planos de saúde, Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Michel Temer, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar