02:43 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Centro Olímpico de Tênis para os Jogos Rio 2016

    Zika: pesquisadores brasileiros não veem motivo para mudar Jogos Olímpicos

    Cidade Olímpica/PCRJ
    Brasil
    URL curta
    1611

    Pesquisadores brasileiros que prepararam um artigo com uma série de evidências científicas indicando que não há motivo para alterar as datas dos Jogos Olímpicos (5 a 21 de agosto) e Paralímpicos (7 a 18 de setembro) do Rio de Janeiro.

    A mudança das datas foi proposta por cientistas internacionais em carta aberta à Organização Mundial da Saúde (OMS), preocupados com a chegada de turistas à cidade e que poderiam levar o vírus Zika para os seus países de origem.

    O artigo publicado na revista científica Memórias, do Instituto Oswaldo Cruz, contesta o argumento porque a atividade do mosquito aedes aegypti é muito baixa no Rio de Janeiro nos meses de agosto e setembro. O estudo foi elaborado por integrantes do Programa de Computação Científica da Fundação Oswaldo Cruz (PROCC/Fiocruz) e da Escola de Matemática Aplicada da Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro (FGV) 

    A coordenadora do programa da Fiocruz, Claudia Codeço, informou em entrevista à Agência Brasil que o estudo levou em consideração dois fatores: a biologia do mosquito aedes aegypti com a sua ação em temperaturas mínimas na cidade entre 22 e 24 graus Celsius (ºC) e os dados de casos de dengue registrados desde 2010.

    A pesquisadora disse que o conhecimento acumulado sobre a biologia do mosquito, que além da doença transmite a Zika, indica que em climas mais frios o vírus demora cerca de 15 dias para sair do estômago do mosquito, chegar à glândula salivar e infectar uma pessoa. 

    “Com as temperaturas de agosto e setembro, poucos mosquitos conseguem completar o ciclo e transmitir a dengue e provavelmente a Zika também. Demoraria uns 15 dias de picar uma pessoa e transmitir para uma outra. Em 15 dias, a chance dele morrer antes é muito grande, porque o mosquito tem uma vida curta”, explicou.

    Mais:

    Governo Federal libera R$ 65 milhões para reforçar estudos de combate ao vírus Zika
    Instituto anuncia que vacina contra Zika estará disponível para testes antes do fim do ano
    EUA confirmam 279 casos de grávidas contaminadas pelo Zika
    Tags:
    pesquisa, zika, Jogos Olímpicos, Rio 2016, Fiocruz, Brasil, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar