22:47 25 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Delegados fazem coletiva de imprensa

    Dois suspeitos de estupro coletivo no Rio já estão presos

    Tomaz Silva/ Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    Estupro coletivo no Rio de Janeiro (15)
    1302

    Raí de Souza, de 22 anos, um dos suspeitos já identificados do estupro coletivo de uma jovem no Rio de Janeiro, se entregou à Polícia Civil nesta segunda-feira. Horas mais tarde, outro suspeito do crime foi preso num restaurante no Centro do Rio.

    O jogador do Boavista, Lucas Perdomo Duarte Santos, se preparava para uma entrevista coletiva, quando foi preso. Ele já está na Cidade da Polícia.

    Os suspeitos procurados e ainda em liberdade são: Sérgio Luiz da Silva Junior, Marcelo Miranda da Cruz Correa, Raphael Assis Duarte Belo e Michel Brasil da Silva.

    Lucas e Raí já haviam prestado depoimento à polícia na semana passada. O jogador negou que fosse namorado da vítima. Raí, por outro lado, admitiu ter divulgado o vídeo com a jovem, mas negou que tenha ocorrido estupro.

    Sérgio Luiz da Silva Junior é chefe do tráfico na Praça Seca, local do imóvel no qual o crime teria ocorrido.

    A subsecretária de Direitos Humanos do Rio, Andrea Sepulveda, afirmou nesta segunda-feira que a jovem vítima de estupro deve se mudar de Estado, após a pasta detectar "ameaça gravíssima". A informação foi confirmada em entrevista coletiva no início da tarde.

    Tema:
    Estupro coletivo no Rio de Janeiro (15)

    Mais:

    Polícia deflagra operação para prender suspeitos em caso de estupro coletivo
    MP: delegado não é mais responsável por investigar estupro coletivo
    Milhares de mulheres marcham em Brasília contra a ‘cultura do estupro’
    Tags:
    estupro coletivo, Sérgio Luiz da Silva Junior, Raí de Souza, Lucas Perdomo Duarte Santos, Andrea Sepulveda, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar