18:38 17 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Sede da Funarte em SP está ocupada por movimentos que protestam a extinção do Ministério da Cultura

    Protestos contra fusão dos ministério da Cultura e Educação ocorrem em 18 capitais

    Roberto Parizotti/CUT
    Brasil
    URL curta
    318053

    Pelo menos 18 capitais do Brasil sediaram nesta quinta-feira (19) atos em protesto contra a fusão do Ministério da Cultura (MinC) com o da Educação (MEC). Durante o dia, prédios ligados ao extinto Minc foram ocupados por grupos de artistas e movimentos ligados à cultura com atividades artísticas e debates.

    A decisão do governo interino de Michel Temer de unir os ministérios gerou revolta da classe artística e de outros trabalhadores do setor. O novo ministro da Educação e Cultura, Mendonça Filho (DEM), foi vaiado ao se apresentar aos servidores da pasta extinta.

    De acordo com a Agência Brasil, protestos e ocupações ocorreram em cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Florianópolis, Maceió, Macapá, Cuiabá, João Pessoa, Natal, São Luís, Belém, Fortaleza, Recife, Aracaju, Salvador e Curitiba.

    “Ocupamos para demonstrar insatisfação generalizada com o governo interino. Não é legítima a forma como ele foi empossado, não é legítima a extinção e fusão de ministérios [da Cultura e da Educação]. Não respaldamos esse governo. As primeiras falas, as primeiras ações, a estética, as primeiras posturas desse governo apontam na direção de retrocessos, autoritarismo, austeridade da violência institucional” – diz carta pública divulgada pelos manifestantes em Salvador.

    Na quarta-feira (18), a Associação dos Servidores do Ministério da Cultura divulgou nota na qual pede a manutenção da pasta e diz que a fusão com o MEC "não contempla as especificidades da gestão cultural e coloca as conquistas históricas do campo das políticas públicas de cultura em risco".

    Tags:
    cultura, educação, protestos, ministérios, fusão, MEC, MinC, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik