08:23 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    CPMF vai render mais de R$ 10 bilhões.
    Marcos Santos/USP Imagens

    Parlamentares da base de Temer defendem suspensão do projeto da CPMF

    Brasil
    URL curta
    704

    A repercussão negativa da ideia de recriação da CPMF (Contribuição Provisória sobre a Movimentação Financeira) está levando vários parlamentares da base aliada do Presidente Michel Temer a sugerir o cancelamento do projeto.

    Um dos parlamentares que se manifestam contra a volta da CPMF é o Deputado Federal Marcus Pestana (PSDB-MG), que em conversa com a Sputnik Brasil explicou as razões de sua oposição ao tributo:

    “A carga tributária está muito alta no Brasil, e é um dos grandes obstáculos para o desenvolvimento do país. Temos intolerância a impostos, e principalmente à criação de novos impostos.”

    O deputado, que é economista, sugere as formas pelas quais o Brasil poderia se revigorar sem recorrer à prática da criação (no caso, recriação) de impostos:

    Reunião do Congresso Nacional
    Ananda Borges/Câmara dos Deputados
    “Precisamos reconstruir a confiança no Brasil, e para isso a primeira medida é reduzir o tamanho do Estado e o tamanho da máquina governamental. Antes de criar impostos, precisamos melhorar a nossa produtividade, apurando em que setores podemos ser mais eficientes. Não há clima para a volta da CPMF no país. O Governo deve desistir deste projeto e dizer à população de que forma o Brasil pode ser mais bem administrado. Só então começaremos a recuperar, interna e externamente, a confiança no Brasil.”

    Mais:

    CPMF poderá voltar, mas vai demorar a ser aprovada
    Brasil anuncia cortes de R$ 26 bilhões no orçamento e volta da CPMF
    Tags:
    base aliada, tributo, CPMF, impostos, Michel Temer, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar