07:51 21 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Ernesto Samper, secretário-geral da Unasul.

    Unasul alerta: afastamento de Dilma abre precedente perigoso

    © flickr.com/ Agencia de Noticias ANDES
    Brasil
    URL curta
    271610

    O secretário-geral da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), Ernesto Samper, afirmou nesta quinta-feira que o afastamento da presidenta Dilma Roussef abre precedente "perigoso", informou Agência Brasil.

    Ernesto Samper declarou que o ocorrido "compromete a governabilidade democrática da região em um caminho perigoso".

    "O que aconteceu no Brasil é que uma maioria política mudou o que a maioria dos cidadãos expressou, por eles mesmos, em claro favor de Rousseff", disse Samper, se referindo ao processo de reeleição de Dilma Rousseff em 2014. 

    Samper classificou o impeachment de "ruptura da ordem democrática". O fato, segundo ele, poderia levar à suspenção do Brasil do bloco econômico. Samper aproveitou para criticar a condução do processo na Câmara dos Deputados, pois o direito à defesa da presidenta foi ignorado.

    "Nesta nova fase, pedimos que o direito de defesa da presidenta Rousseff seja garantido", disse Ernesto Samper.

    Mais:

    Roberto Freire: “Tudo indica que afastamento de Dilma Rousseff será definitivo”
    Senadores contra e pró Dilma avaliam aprovação do processo de impeachment
    Senado aprova parecer do impeachment, Dilma é afastada do cargo
    Senado ainda não definiu direitos de Dilma Rousseff em caso de afastamento
    Deputados Constituintes de 1988 criticam processo de impeachment da presidenta Dilma
    Tags:
    impeachment, Unasul, Dilma Rousseff, Ernesto Samper, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar