07:37 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Michel e Marcela Temer na cerimônia de posse da presidenta Dilma Rousseff

    ONU espera uma resolução constitucional da crise no Brasil

    José Cruz/Agência Brasil/FotosPúblicas
    Brasil
    URL curta
    225

    A ONU observa atantamente a situação no Brasil, depois do afastamento temporário da presidenta Dilma Roussef, e espera que o país seguirá o prescrito na constituição, informou o porta-voz do secretário-geral da ONU, Stéphane Dujarric.

    "O secretário-geral apelou para a calma e para o diálogo entre todos os grupos da sociedade", disse Duharric e destacou que Ban Ki-moon segue atentamente a situação no Brasil. "Ele espera que as autoridades do país respeitarão os processos democráticos no Brasil, se atendo à supremacia do direito e da constituição", declarou o representante do líder da ONU.

    Hoje (12), o Senado Federal aprovou no âmbito de votação o pedido de impeachment com 55 votos positivos e 22 negativos, após 21 horas de sessão. Em resultado, Dilma foi temporariamente afastada do seu cargo. A partir de agora as funções de presidente serão executadas pelo vice-presidente Michel Temer. Se, depois de 180 dias, o julgamento contra a presidente não estiver concluído, ela retomará o seu cargo.

    Mais:

    Brasileiros se reúnem em Lisboa para acompanhar impeachment e debater futuro do país
    Impeachment de Dilma não prejudicará Jogos Olímpicos no Rio, diz COI
    Chancelaria russa sobre impeachment no Brasil: ‘intervenção externa é inadmissível’
    Dilma fala sobre impeachment: 'Jamais vamos desistir; jamais vou desistir de lutar'
    PT emite nota de repúdio à admissão do impeachment
    Tags:
    constituição, ONU, Stéphane Dujarric, Ban Ki-moon, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik