17:36 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    2121
    Nos siga no

    Em entrevista coletiva concedida após a cerimônia do Dia da Vitória, junto ao Monumento aos Mortos na Segunda Guerra Mundial, no Rio de Janeiro, o ministro da Defesa, Aldo Rebelo, falou sobre a luta das Forças Aliadas contra o nazi-fascismo, com destaque para a Força Expedicionária Brasileira e também para o Exército Soviético.

    “A humanidade nunca pagará a dívida com o esforço de guerra dos soldados russos e dos soldados da União Soviética”, disse o ministro. “Mais de 20 milhões de perdas falam por si só, quando a humanidade perde hoje a sua liberdade ou quando as nações devem a sua soberania ao heroísmo do esforço de guerra russo e ao esforço de guerra soviético.”

    Aldo Rebelo homenageou também os “heróis que tombaram em defesa da soberania do Brasil, em defesa da liberdade”, e registrou a atualidade da importância das Forças Armadas “para cumprir sua missão constitucional de defesa da soberania do Brasil, da Marinha para proteger as nossas águas jurisdicionais, do Exército para proteger nossas fronteiras e o nosso território e da Força Aérea para defender nossa soberania no espaço aéreo continental de nossa pátria”.

    Sobre a segurança dos Jogos do Rio 2016, o Ministro Aldo Rebelo informou que a Defesa preparou 38 mil homens e mulheres das três Forças, que “estarão aptos a proteger, não só os pontos estratégicos, mas a infraestrutura crítica, proteger as delegações, os atletas, os turistas, os jornalistas, os chefes de Estado e a população”.

    Mais:

    Paróquia da Igreja Russa em SP comemorará vitória da URSS na Grande Guerra Patriótica
    Reino Unido homenageia soldados soviéticos da Segunda Guerra
    Tags:
    Marinha, Força Aérea, forças armadas, herois, Segunda Guerra Mundial, defesa, Aldo Rebelo, URSS, Rússia, Brasil, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar