16:05 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Eduardo Cunha

    Cunha é afastado do cargo

    © AP Photo/ Andre Penner
    Brasil
    URL curta
    57352
    Nos siga no

    Relator do Lava Jato, o ministro do STF Teori Zavascki determinou hoje (5) o afastamento do Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados, do mandato de deputado federal.

    O ministro concedeu uma liminar em um pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que classificou o peemedebista de “delinquente”.

    “Ante o exposto, defiro a medida requerida, determinando a suspensão, pelo requerido, Eduardo Cosentino da Cunha, do exercício do mandato de deputado federal e, por consequência, da função de Presidente da Câmara dos Deputados”, diz trecho da decisão.

    ​O ex-presidente da Câmara foi transformado em réu no Supremo Tribunal Federal (STF), por unanimidade, por crimes de lavagem de dinheiro e participação da esquema de corrupção da Petrobras, tendo recebido 5 milhões de dólares em propina.

    O posto de presidente da Câmara deve ser assumido pelo vice, o deputado Waldir Maranhão (MA), aliado de Cunha e também investigado pela Operação Lava Jato.

    Esta foi a última sessão do STF antes da votação no plenário do Senado sobre o pedido de abertura de processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. Ela será afastada por 180 dias, em caso de aprovação. A votação está prevista para a próxima quarta-feira (11).

    Tags:
    corrupção, políticos corruptos, impeachment, Senado Federal, PMDB, Câmara dos Deputados, STF, Waldir Maranhão, Teori Zavascki, Rodrigo Janot, Eduardo Cunha, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar