22:24 03 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    20155
    Nos siga no

    A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, antecipou seu retorno de Nova York e já está em Brasília, segundo informa a Agência Brasil. Enquanto a chefe de governo esteve fora do país, seu vice, Michel Temer, assumiu a presidência.

    Dilma foi aos Estados Unidos para participar da cerimônia da assinatura de acordo sobre mudanças climáticas, na sede da ONU. A previsão era que ela partisse de Nova York neste domingo, com chegada na segunda-feira. Dilma, porém, desembarcou na Base Aérea de Brasília por volta das 11h40min (locais deste domingo) e passará o dia no Palácio da Alvorada, sem compromissos oficiais.

    O Acordo de Paris tem como objetivo combater os efeitos das mudanças climáticas e reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Ao discursar na ONU, a presidente citou a crise política brasileira ao dizer que o Brasil vive um “grave momento”.  No fim de seu discurso, Dilma disse que a sociedade brasileira soube vencer o autoritarismo, construir a democracia e saberá “impedir retrocessos”.

    Mais tarde, a presidente concedeu entrevista coletiva a jornalistas estrangeiros e, depois, a veículos brasileiros. Dilma se disse vítima e injustiçada com o processo de impeachment, relatou que vai se esforçar “muito” para convencer os senadores de que não cometeu crime de responsabilidade e voltou a dizer que há um golpe em curso no país. “Dizer que não é golpe é tapar o sol com a peneira.”


    Mais:

    ‘Economist’ volta a usar o Cristo Redentor em críticas a Dilma e à classe política
    Deputados pró e contra Dilma falam da atuação da presidente na ONU
    Mujica: ‘Afastamento de Dilma não vai resolver crise no Brasil’
    Nicolás Maduro: Impeachment de Dilma é golpe parlamentar
    Ministros conversam sobre defesa de Dilma com base aliada no Senado
    Tags:
    Brasil, Nova York, Brasília, Dilma Rousseff, Michel Temer, ONU, Palácio da Alvorada, Acordo de Paris, impeachment, viagem, retorno
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar