20:20 18 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Bandeiras dos países membros da Unasul

    Unasul vê impeachment de Dilma como ameaça ao continente sul-americano

    Agência de Notícias ANDES
    Brasil
    URL curta
    351810

    A decisão da Câmara dos Deputados de continuar com o processo de impeachment da Presidenta Dilma Rousseff foi vista com grande preocupação pela União das Nações Sul-Americanas (Unasul), pois suas consequências, segundo a instituição, poderão atingir toda a região.

    "A decisão adotada ontem pela Câmara dos Deputados do Brasil, de continuar o processo de destituição da Presidenta Rousseff, sem que tenha existido indício ou discussão relevante durante o debate sobre os supostos delitos, constitui motivo de séria preocupação para a região", diz a nota divulgada pela Unasul nesta segunda-feira, 18.

    A Unasul afirma não haver comprovações de crimes contra Dilma para o seu afastamento do cargo.  

    "A eleição democrática e majoritária conquistada pela Presidenta Dilma não pode ser revogada em um julgamento político por uma maioria parlamentar, a menos que exista uma evidência que a vincule de maneira direta e intencional com uma infração penal, fato que até o momento não aconteceu."

    A organização conclui dizendo que espera que o processo seja barrado pelo Senado, pois, caso contrário, colocará em risco a democracia da região sul-americana.

    "Nós confiamos que o Senado aja conscientemente como juiz e, depois de avaliar a firmeza e a relevância legal das provas apresentadas, detenha este processo que pode afetar seriamente a democracia regional e a segurança jurídica do hemisfério.”

    Mais:

    Presidentes da Venezuela e Bolívia questionam a legalidade do impeachment
    PRF intercepta três ônibus vindos da Bolívia para manifestações do impeachment em Brasília
    EUA: Brasil tem maturidade para superar a crise política
    Tags:
    Unasul, Dilma Rousseff, América do Sul, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik