02:18 21 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Deputada Raquel Muniz (PSD-MG)

    Deputada que votou 'contra a corrupção' recebe visita da PF em casa

    Nilson Bastian/ Câmara dos Deputados/FotosPúblicas
    Brasil
    URL curta
    Pedido de impeachment de Dilma Rousseff (132)
    12211

    A Polícia Federal (PF) prendeu na manhã desta segunda-feira (18), em Brasília, o prefeito de Montes Claros (MG), Ruy Muniz, que durante a votação do impeachment da presidenta Dilma na Câmara, neste domingo (17), foi homenageado por sua esposa, a deputada Raquel Muniz (PSD-MG), como um exemplo do “Brasil que tem jeito”.

    “O meu voto é pra dizer que o Brasil tem jeito, e o prefeito de Montes Claros mostra isso para todos nós com a sua gestão”, gritou a deputada, aos pulos, citando ainda os filhos, a neta e a mãe como justificativas para o voto a favor do impeachment.

    Segundo relata o portal Pragmatismo Político, Muniz foi preso em função das investigações da ‘Operação Máscara da Sanidade II – Sabotadores da Saúde’, e deve responder pelos crimes de estelionato majorado, prevaricação, peculato, falsidade ideológica majorada e dispensa indevida de licitação pública.

     


    Tema:
    Pedido de impeachment de Dilma Rousseff (132)

    Mais:

    Dornelles diz em nota que Senado vai ratificar, ou não, aprovação do impeachment
    Imprensa internacional dá grande destaque à autorização do impeachment de Dilma
    Exclusivo: deputada federal Mariana Carvalho comenta a votação do impeachment
    Após aprovação na Câmara, Senado define rumos do impeachment
    Tags:
    Operação Máscara da Sanidade II – Sabotadores da Saúde, voto, prisão, impeachment, corrupção, Câmara dos Deputados, Polícia Federal, Ruy Muniz, Raquel Muniz, Montes Claros, Minas Gerais, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik