05:45 22 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente do Brasil, Dilma Rousseff

    'Dilma não se curvará ao golpe', anuncia advogado-geral da União

    © REUTERS/ Adriano Machado
    Brasil
    URL curta
    Pedido de impeachment de Dilma Rousseff (132)
    36147

    Apesar de reconhecer a derrota na Câmara dos Deputados neste domingo (17), o governo prometeu continuar a luta para recuperar a vigência do Estado democrático de direito.

    “A presidenta Dilma Rousseff não é das pessoas que têm apego a cargos, mas é uma pessoa que tem apego a princípios”, disse o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, após o anúncio do resultado da votação pelo impeachment.

    “E se alguém imagina que ela se curvará diante da decisão de hoje (17), se enganam”, continuou. 

    “Ela lutará com todos aqueles que defendem a democracia no Brasil. Ela lutará com todos aqueles que querem a manutenção do Estado de direito no Brasil. Ela lutará com a mesma coragem com que lutou contra a ditadura, para que mais uma vez o Brasil não sofra um golpe de Estado”, garantiu Cardozo.

    Tema:
    Pedido de impeachment de Dilma Rousseff (132)

    Mais:

    Cardozo: com indignação e tristeza o governo recebe o resultado da votação no Plenário
    Líder do governo na Câmara admite derrota, mas afirma que a luta continua
    Dornelles diz em nota que Senado vai ratificar, ou não, aprovação do impeachment
    Imprensa internacional dá grande destaque à autorização do impeachment de Dilma
    Tags:
    democracia, golpe de Estado, Estado de direito, impeachment, ditadura, golpe, Câmara dos Deputados, José Eduardo Cardozo, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik