07:52 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Protestos contra a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, em Copacabana

    Secretaria de Segurança mantém atos pró e contra Dilma em Copacabana

    Tânia Rêgo/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    211

    A polêmica sobre as manifestações pró e contra a Presidenta Dilma no domingo (17) em Copacabana parece ter chegado ao fim. Após reunião, os dois grupos conseguiram chegar a um acordo com a Polícia Militar.

    De acordo com informações da Agência Brasil, a Secretaria de Segurança Pública decidiu manter a autorização que tinha sido dada para os atos desde quarta-feira (13) pelo comando da Polícia Militar do Rio e que o Secretário José Mariano Beltrame disse que ia rever por causa da segurança e receio de conflitos entre os grupos opostos.

    Na nova reunião ficou decidido que o protesto contra o impeachment liderado pela equipe Furacão 2000, que está organizando um baile funk pró-governo, vai ser realizado das 9h às 13h, com concentração no Posto 3 da Orla. Já o ato a favor do impeachment, do Movimento Brasil Livre e do Vem Prá Rua, vai ocorrer das 15h às 19h, mas em outro ponto, na altura do Posto 6 da praia de Copacabana.

    Mais:

    Por que o golpe de Estado no Brasil deve falhar
    Carnaval Contra o Golpe
    Deputado do PT: 'temos os votos necessários para evitar o golpe contra a Presidente'
    Lula em vídeo: ‘Se impeachment passar, só vai agravar a crise’
    Tags:
    manifestação, segurança, impeachment, Furacão 2000, Vem Prá Rua, Movimento Brasil Livre, Agência Brasil, Copacabana, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar