22:21 18 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O secretário Nacional de Justiça e presidente do Conare, Beto Vasconcelos, fala sobre o início da campanha de enfrentamento à xenofobia e à intolerância no Brasil

    Brasil lança campanha contra preconceito e intolerância a imigrantes e refugiados

    Valter Campanato/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    2105

    Com o slogan “A Imigração Está no Nosso Sangue”, o Ministério da Justiça lançou nas redes sociais a segunda etapa de uma campanha para combater o preconceito e a intolerância contra imigrantes e refugiados no Brasil.

    O secretário nacional de Justiça e presidente do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), Beto Vasconcelos, alerta que até agora casos pontuais de intolerância contra refugiados têm ocorrido no país e que a campanha é uma forma de prevenir para evitar novos casos de violência.

    “Em linhas gerais, na grande maioria o brasileiro é um povo acolhedor, solidário e consciente da sua própria história, mas a campanha é para prevenir e informar sobre o Instituto do Refúgio, que durante muito tempo foi pouco conhecido pela sociedade brasileira”, diz Beto Vasconcelos. “O que é o refúgio, por que é concedido, e como são reconhecidas as pessoas refugiadas. Qual a relevância, a importância disso na proteção humanitária. E na inserção brasileira na comunidade internacional – que garante essa proteção a pessoas afetadas por crises humanitárias e perseguições – é que nós desenvolvemos a primeira campanha. Esta segunda é complementar, tendo em vista que não só com relação a refugiados mas também com relação a imigrantes há manifestações confusas e pontuais de xenofobia. O intuito das duas campanhas é informar, esclarecer tanto o Instituto do Refúgio como a nossa identidade imigratória, e com isso prevenir manifestações que se dão certamente por falta de informação.”

    Campanha do Ministério da Justiça contra preconceito aos imigrantes
    Ministério da Justiça
    Campanha do Ministério da Justiça contra preconceito aos imigrantes
    Beto Vasconcelos ressalta que nessa segunda etapa da campanha, que vai até o dia 18 de novembro, a ideia é conscientizar a população sobre o fato de a sociedade brasileira ter sido construída a partir da imigração.

    “Essa campanha tem por intuito esclarecer a nossa identidade cultural, a nossa identidade imigratória. O Brasil foi forjado em fluxos migratórios, e essa é a nossa natureza, natureza não só migratória, mas também uma natureza solidária, humanista, integradora e, portanto, acolhedora de imigrantes e refugiados em todo o mundo.”

    Beto Vasconcelos esclarece que o Governo vai trabalhar na internet  através das hashtags   #EuTambémSouImigrante e #XenofobiaNãoCombina. A campanha disponibiliza ainda o site eutambemsouimigrante.com.br, em que a população imigrante e refugiada também pode participar. Também se dará por meio das redes sociais o slogan “Brasil – A Imigração Está no Nosso Sangue”.

    Segundo dados do Ministério da Justiça, o Brasil abriga atualmente 8.530 refugiados, sendo 2.097 deles sírios, 1.480 angolanos, 1.093 colombianos  e 850 refugiados nascidos na República Democrática do Congo. Além disso, o país recebeu mais de 12,6 mil solicitações de refúgio de pessoas que querem permanecer no Brasil.

    Tags:
    imigração, imigrantes, refugiados, Conare, Ministério da Justiça, Beto Vasconcelos, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar