00:52 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Ministro da Fazenda, Joaquim Levy

    Joaquim Levy: dólar é flutuante e permanece flutuante

    Marcelo Camargo/ Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    0 19321

    Questionado se o dólar permanecerá no atual patamar, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse que a moeda norte-americana "é flutuante e permanece flutuante".

    Levy destacou fatores externos que têm impacto na cotação do dólar frente ao real, como as incertezas em relação à economia chinesa e a expectativa pelo aumento de juros nos Estados Unidos.

    "Alguns de nossos principais parceiros estão em momento de ajuste. Muito em breve, os EUA terão ajuste da taxa de juros. Indicações são bem claras que neste ano deve ter, o que sempre tem impacto nos preços dos ativos", completou.

    O ministro disse ainda que a evolução do câmbio tem proporcionado maior competitividade para a indústria brasileira, principalmente a manufatureira, informou Agência Estado.

    Depois de se aproximar de R$ 3,50, a moeda norte-americana fechou praticamente estável nesta terça-feira (4), mas com uma pequena alta que fez a cotação novamente atingir o maior valor em 12 anos. O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 3,464, com alta de R$ 0,01 (0,28%).

    Mais:

    Dólar volta a fechar no maior nível em 12 anos
    Dólar deverá se manter em novo patamar após dias de sucessivas elevações
    A escalada do dólar continua
    Tags:
    Câmbio, Dólar, Joaquim Levy, China, EUA, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik