02:27 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Lima, Peru

    Brasil explora novos mercados na América do Sul

    © flickr.com/ Serious Cat
    Brasil
    URL curta
    0 442112

    O ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil, Armando Monteiro, chegou hoje (21) a Lima, onde se encontrou com a ministra de Comércio Exterior e Turismo do Peru, Magali Silva. O encontro fez parte da agenda de uma viagem de trabalho que também passará pela Colômbia, com o objetivo de ampliar as relações comerciais do país.

     “A missão para esses dois importantes países da Bacia do Pacífico tem sentido estratégico para a política de comércio exterior do Brasil. Temos condições de construir novos acordos para ampliar significativamente o comércio com Peru e Colômbia – que têm, inclusive, apresentado índices de crescimento expressivos e podem oferecer oportunidades para uma ampla gama de produtos brasileiros”, disse Monteiro, citado na página oficial de seu ministério. 

    Tanto o Peru quanto a Colômbia estão entre os 32 mercados indicados como estratégicos no chamado Plano Nacional de Exportações, lançado pelo governo federal no mês passado como parte dos esforços de reação aos resultados da balança comercial brasileira de 2014, que fechou em déficit de US$ 3.930 bilhões.

    Amanhã (22), o ministro participa, na capital colombiana, da abertura da feira Brasil Tecnológico 2015, promovida pela Agencia Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). 

    O evento, realizado anteriormente na África do Sul, no Peru e na Rússia, contará com mais de 50 empresas do Brasil e promoverá a discussão e a negociação de temas como bioenergia e soluções brasileiras para os setores de tecnologia da informação e de máquinas e equipamentos, segundo informa a pasta. Estima-se que a feira deste ano gere em torno de US$ 30 milhões em negócios.

    Depois, Monteiro segue para um encontro com a ministra colombiana de Comércio, Indústria e Turismo, Cecilia Álvarez-Correa, a fim de discutir o aumento do comércio bilateral em bens, serviços, investimentos e compras governamentais. 

    A propósito da viagem do Ministro Armando Monteiro, o jornalista de economia Mário Russo considera que “esse périplo que o ministro está realizando pelo Peru e a Colômbia é algo a que o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva dava extrema importância desde o seu primeiro mandato, que começou em 2003”.

    “É a busca da saída do Brasil para o Oceano Pacífico”, lembra Mário Russo, “assunto que é de extrema importância para o comércio exterior brasileiro e está plenamente inserido no Plano Nacional de Exportações. O Ministro Armando Monteiro faz muito bem em buscar esta aproximação com Peru e Colômbia, em sua missão de procurar meios para fortalecer o comércio exterior do Brasil.”

    #MaisBrasilNoMundoO Plano Nacional de Exportações, lançado nesta quarta (24) pelo governo, está estruturado em 5…

    Posted by Palácio do Planalto on Wednesday, June 24, 2015

    As exportações brasileiras para o Peru chegaram a US$ 1.818 bilhão em 2014 e as importações somaram US$ 1.714 bilhão, o que gerou um superávit de US$ 104 milhões para o Brasil. A balança comercial com a Colômbia foi ainda mais positiva, com superávit de US$ 669 milhões, referentes à diferença entre o total de exportações, que foi de US$ 2,384 bilhões, e o de importações, que ficou em US$ 1,716 bilhão.

     

    Mais:

    Mercosul repudia exploração de petróleo pelo Reino Unido nas Malvinas
    Opinião: Crise argentina pode impedir aproximação do Mercosul com a União Europeia
    Maduro: pressão política não vai apagar do mapa países do Mercosul
    Países-membros do Mercosul assinam a inclusão da Bolívia no bloco
    Rússia irá fornecer mais helicópteros MIL-171SH ao Peru
    Tags:
    superávit, governo federal, Plano Nacional de Exportações, comércio exterior, balança comercial, importações, exportações, déficit, comércio, Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Magali Silva, Armando Monteiro, Dilma Rousseff, Lima, Bogotá, América do Sul, Colômbia, Peru, América Latina, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik