10:07 23 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Imigrantes haitianos em um abrigo no Acre

    Brasil vai atuar com Peru, Bolívia e Equador contra traficantes de seres humanos

    João Paulo Charleaux/Conectas
    Brasil
    URL curta
    0 81
    Nos siga no

    O Brasil está se unindo a Peru, Bolívia e Equador para combater a entrada ilegal de haitianos no país. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, reuniu-se nos últimos dias com autoridades daquelas três nações para buscar soluções de combate a organizações criminosas que exploram a entrada irregular de haitianos no Brasil.

    O movimento de entrada de haitianos no Brasil aconteceu de forma mais constante após um terremoto que devastou aquele país caribenho em 2010, matando cerca de 300 mil pessoas. A maior parte dos haitianos chega ao Brasil pela cidade de Brasileia, no Acre. Apenas nos primeiro cinco meses de 2015 foi registrada a entrada de mais de 7 mil pessoas.

    De acordo com José Eduardo Cardozo, para que os haitianos venham para o país de maneira legal, o Governo estuda uma forma de ampliar a expedição de vistos no Haiti. “Nós queremos combater as organizações criminosas, mas permitir que aqueles que queiram vir ao Brasil venham de maneira legal. Para isso, nós vamos ampliar a expedição de vistos em Porto Príncipe, no Haiti, e discutir medidas policiais e de controle migratório legalizado entre esses países."

    O ministro da Justiça informou ainda que nos próximos dias será realizada uma reunião técnica para decidir quais vão ser as medidas de comum acordo a serem tomadas, para em seguida ser feito um encontro entre ministros dos quatro países para haver a decisão final sobre o assunto. “Nós decidimos fazer primeiramente uma reunião técnica, e, após a reunião técnica – em que serão discutidas as medidas de comum acordo a ser tomadas –, nós vamos fazer uma reunião de ministros para que, politicamente, possamos então bater o martelo.”

    Cerimônia em memória de falecidos no Haiti
    © AFP 2019 / HECTOR RETAMAL
    O aumento cada vez maior da imigração de haitianos com o objetivo de buscar melhores condições de vida no Brasil preocupa as autoridades do Acre. O Governo do Estado já informou que não tem mais capacidade de receber os haitianos, e o mesmo aconteceu na cidade de São Paulo, outro local mais procurado pelos imigrantes.

    Segundo o Ministério da Justiça, atualmente o Brasil emite mais de 100 vistos por mês para cidadãos do Haiti.

    Mais:

    Brasil vai aumentar número de vistos para imigrantes haitianos
    Estados brasileiros entram em conflito por causa de imigrantes haitianos
    Tags:
    imigrantes, imigração, Ministério da Justiça do Brasil, José Eduardo Cardozo, Bolívia, Equador, São Paulo, Haiti, Peru, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar