01:30 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 33
    Nos siga no

    A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, defendeu nesta quinta-feira (21), no Rio de Janeiro, a manutenção dos programas sociais brasileiros e disse que os ajustes fiscais são importantes para preservá-los. “A disciplina fiscal é a base. Pessoas que mais sofrem com a indisciplina no fim das contas são os mais pobres.”

    Lagarde visitou projetos sociais no Complexo do Alemão, tocou berimbau, andou no teleférico para subir a favela e, segundo a ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, que a acompanhava, a diretora do FMI afirmou que só viu algo parecido nos Alpes.

    Um dos projetos que mais impressionou Lagarde foi o das mulheres empreendedoras. Ela elogiou as iniciativas do governo brasileiro. “É um fato histórico reservar porcentual do PIB para os programas.”

    Logo após a visita, Christine Lagarde foi para Brasília. Ela participará do XVII Seminário Anual de Metas para a Inflação, promovido pelo Banco Central, hoje e amanhã. A diretora do FMI também deve se encontrar com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e com o presidente do BC, Alexandre Tombini.

    Tags:
    mulheres empreendedoras, programas sociais, participação, visita, berimbau, ajuste fiscal, Seminário de Metas para a Inflação, Fundo Monetário Internacional, FMI, Banco Central, Alexandre Tombini, Joaquim Levy, Tereza Campello, Christine Lagarde, Complexo do Alemão, Brasília, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar