11:25 21 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 122
    Nos siga no

    A companhia estatal chinesa CEIEC Corporation foi confirmada nesta quarta-feira como a grande vencedora da licitação realizada pela Marinha do Brasil para a escolha da reconstrutora da base científica brasileira na Antártida, a Comandante Ferraz, destruída por um incêndio há mais de três anos.

    A Marinha informou que a empresa da China foi a que apresentou o menor valor pelo serviço, US$ 99,6 milhões, contra US$ 104,8 milhões pedidos pela OY FCR Finland, da Finlândia, e US$ 110,4 milhões demandados pelo consórcio brasileiro-chileno Ferreira Guedes/Tecnofast.

    A decisão, publicada no Diário Oficial da União (DOU), põe fim a um processo de disputas iniciado em janeiro deste ano, quando as outras concorrentes decidiram entrar com um recurso judicial contra a escolha da CEIEC, anunciada em parecer divulgado pelas Forças Armadas. Por conta disso, a licitação foi suspensa por dois meses. 

    Segundo a Assessoria de Comunicação do Ministério da Defesa, os trabalhos de reconstrução da estação foram aprovados também pelo Ministério do Meio Ambiente, e devem ser iniciados no próximo verão antártico, que vai de dezembro a março. Ao todo, a companhia responsável terá 540 dias corridos para concluir as obras e entregar a nova instalação. 

    A antiga base foi destruída em razão de um incêndio, que teve início na praça de máquinas da unidade, em fevereiro de 2012. Na ocasião, dois militares acabaram morrendo, o suboficial Carlos Alberto Vieira Figueredo e o primeiro-sargento Roberto Lopes dos Santos, enquanto um terceiro ficou gravemente ferido. Apesar das perdas humanas e dos inúmeros danos materiais, alguns pontos da estação, de acordo com especialistas, permaneceram intactos, incluindo dois laboratórios, módulos de emergência e o heliponto. 

     

     

    Mais:

    Boeing desaparecido dirigia-se à Antártida
    195 anos desde a descoberta da Antártida
    Tags:
    Antártida, Antártica, Estação Comandante Ferraz, Carlos Alberto Vieira Figueredo, Roberto Lopes dos Santos, OY FCR Finland, Ferreira Guedes/Tecnofast, CEIEC Corporation, incêndio, base científica
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar