07:57 21 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Incêndio atinge tanques de combustível da empresa Ultracargo, na área industrial da Alemoa, em Santos (SP), na manhã desta sexta-feira, 3 de março.

    Incêndio em Santos atinge 5 tanques e já dura mais de 24 horas

    DELAMONICA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
    Brasil
    URL curta
    0 25002

    Em nota à imprensa, a Ultracargo, empresa de armazenagem para granéis líquidos, informou que o incêndio em uma parte de seu terminal no porto de Santos atinge, neste momento, cinco tanques que contêm exclusivamente gasolina e etanol.

    Ainda de acordo com a companhia, os trabalhos para o isolamento da área e contenção do fogo continuam e a "atuação do corpo de bombeiros tem sido de extrema eficiência e dedicação, assim como das equipes brigadistas que estão apoiando". Até o momento, não há vítimas ou feridos em decorrência do incêndio, que já dura mais de 24 horas.

    Ao menos 80 homens do Corpo de Bombeiros trabalham no local, com 22 viaturas, em uso ininterrupto de água e uma espuma especial nas áreas externas dos tanques atingidos pelo incêndio. A temperatura ainda é muito elevada, perto de 800 graus, o que provoca a evaporação da água antes que ela atinja os tonéis. 

    De acordo com a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), o movimento de navios no canal do estuário permanece interrompido no local do incêndio. Apenas a embarcação Governador Fleury, que pertence ao Corpo de Bombeiros, está no cais, de onde permanece bombeando água do mar para os caminhões tanques. Os cinco navios removidos da área pela Praticagem continuam na Barra de Santos, aguardando autorização para retornar. A Codesp reforça que as demais instalações do Porto de Santos funcionam normalmente.

    Tags:
    incêndio, Santos, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik