18:23 21 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Ministro da Defesa do Brasil Jaques Wagner

    Forças Armadas Brasileiras darão apoio logístico ao Mais Médicos

    Jorge Cardoso/ Ministério da Defesa
    Brasil
    URL curta
    270103011

    O ministro da Defesa do Brasil, Jaques Wagner, autorizou o emprego das Forças Armadas em apoio logístico ao programa Mais Médicos do governo federal. A decisão foi publicada hoje (19) no Diário Oficial da União e atende a uma determinação da presidenta Dilma Rousseff.

    O texto estabelece que comandantes da Marinha e do Exército acionem os meios logísticos necessários para a recepção, a hospedagem, o transporte urbano e a distribuição dos médicos intercambistas e supervisores nos municípios.

    Um oficial deverá ser designado para promover a ligação com os órgãos governamentais. Os comandantes deverão informar ao Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas as necessidades financeiras exigidas para o apoio ao programa.

    Dilma Rousseff, presidenta do Brasil
    © REUTERS/ Ueslei Marcelino
    De acordo com a publicação, o comandante da Aeronáutica deverá acionar os meios logísticos pessoais e materiais necessários para o transporte aéreo dos médicos intercambistas e supervisores.

    O Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, por sua vez, deverá promover a ligação e a coordenação com as demais autoridades envolvidas no programa e acompanhar a execução das ações de apoio, mantendo o ministro informado sobre as principais tarefas executadas.

    O programa Mais Médicos faz parte de um pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde e prevê a convocação de profissionais para atuar na atenção básica de municípios com maior vulnerabilidade social.


    Mais:

    Cientista político não vê fundamento jurídico para impeachment de Dilma
    Reprovação do governo Dilma Rousseff é a maior desde 1992
    Ministério da Saúde utiliza aplicativo de relacionamento para prevenção à AIDS
    Tags:
    Mais Médicos, saúde, forças armadas, Jaques Wagner, Dilma Rousseff, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik