14:33 25 Março 2017
Ouvir Rádio
    Porto de Antonina

    Empresa russa fará investimentos no porto de Antonina

    Ivan Bueno / SEIL
    Brasil
    URL curta
    11717131

    Uralkali injetará R$ 160 milhões para dobrar a capacidade de descarregamento de fertilizantes no porto de Antonina.

    Uma reunião entre o governador do Paraná, Beto Richa, e representantes da empresa russa Uralkali, uma das maiores produtoras e exportadoras de potássio do mundo, selou um acordo em que a companhia injetará R$ 160 milhões em logística nos próximos quatro anos no porto de Antonina. Os investimentos elevarão a capacidade de descarregamento de fertilizantes no local de 2 milhões para quatro milhões de toneladas anuais.

    A Administração dos Portos Paranaguá e Antonina (APPA) divulgou uma nota informando que os empresários da Uralkali apontaram a nova dragagem do porto como determinante para o aumento nas importações de cloreto de potássio. Os investimentos vão contemplar a construção de um novo berço de atracação no Terminal Ponta do Felix, dois novos armazéns com capacidade para 120 mil toneladas e a melhoria do sistema de movimentação de carga.

    O diretor mundial de logística e marketing da Uralkali, Oleg Petrov, afirmou, segundo a nota da APPA, que com estes investimentos, cada vez mais navios de fertilizantes passarão pelo terminal em Antonina. A iniciativa russa permitirá à empresa atender muitos tipos de clientes e aumentar sua operação no Brasil.

    A Uralkali produziu em 2014 a quantidade recorde de 12,1 milhões de toneladas de cloreto de potássio, 21% a mais do que no ano anterior. Em fevereiro de 2013, a empresa russa adquiriu 25% da Equiplan Participações, acionista majoritário do Terminal Portuário da Ponta do Felix.

    Tags:
    importação, comércio bilateral, investimentos, Porto de Antonina, potássio, fertilizantes, Uralkali, Beto Richa, Oleg Petrov, Rússia, Paraná, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik