Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Na tarde do dia 5 de dezembro de 2016, um bombardeio atingiu o hospital móvel russo em Aleppo, na Síria, matando uma médica russa e ferindo outras duas (uma morreu logo depois, ao ser levada para tratamento), além de pacientes que esperavam atendimento médico. O Ministério da Defesa da Federação da Rússia, que também administra as atividades não militares da Rússia na Síria, culpou rebeldes sírios pelo ataque, realizado pouco depois de o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, ter anunciado que as forças russas tratarão como terroristas os militantes que permanecerem na zona leste de Aleppo durante o cessar-fogo.

Esta foto de 5 de dezembro de 2016 mostra o que restou do hospital militar russo atingido por bombardeio em Aleppo - Sputnik Brasil
Matérias
Escolher o período
mais matérias
  • Nesta semana
  • Neste mês
  • Neste ano
  • Tudo
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала