10:49 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    8523
    Nos siga no

    Representantes do Pentágono planejam neste mês visitar o Uzbequistão a fim de discutir a possibilidade de implantar forças antiterroristas para potencialmente atacar posições de extremistas no Afeganistão, informou nesta quarta-feira (13) o jornal Politico, citando fontes no Congresso americano.

    A questão principal da visita abordará a possibilidade de implantar uma força antiterrorista que permita aos militares dos EUA monitorar e atacar alvos no Afeganistão com mais facilidade, relata o jornal. A delegação incluirá representantes do Departamento de Defesa dos EUA.

    "No topo da agenda estaria a possibilidade de implantar forças antiterroristas 'além do horizonte'. Tal acordo permitiria aos militares dos EUA monitorar melhor e atacar alvos no Afeganistão", observa a mídia.

    Anteriormente a administração Joe Biden indicou que gostaria de discutir acordos semelhantes com países que têm fronteira com Afeganistão, mas até agora não foram comunicados quaisquer resultados concretos.

    Militares dos EUA perto de aviões da Força Aérea dos EUA, usados para evacuar pessoas do Afeganistão, na base aérea Al Udeid em Doha, Qatar, 4 de setembro de 2021
    © REUTERS / Hamad I Mohammed
    Militares dos EUA perto de aviões da Força Aérea dos EUA, usados para evacuar pessoas do Afeganistão, na base aérea Al Udeid em Doha, Qatar, 4 de setembro de 2021

    Entretanto, o chanceler do Uzbequistão, Abdulaziz Komilov, afirmou que a questão da eventual implantação de forças militares dos EUA no país para combater o terrorismo não está na pauta nem está sendo discutida.

    "Esta questão não está [na pauta] nem é discutida" disse ele aos jornalistas à margem do Conselho de Ministros das Relações Exteriores da Comunidade dos Estados Independentes (CEI).

    No fim de agosto, as forças dos EUA se retiraram do Afeganistão depois de uma presença de quase 20 anos no país.

    Mais:

    Mesmo sem reconhecer governo talibã, EUA autorizam transações para ajuda humanitária no Afeganistão
    Colapso do Afeganistão pode ter sido causado por acordo de Trump com Talibã, diz general dos EUA
    Saída dos EUA e da OTAN do Afeganistão foi feita sem pensar nas consequências, diz Lavrov
    Tags:
    base militar, Ásia Central, Afeganistão, EUA, antiterrorismo, Uzbequistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar