02:34 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    11155
    Nos siga no

    EUA e o Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e outros países) efetuaram negociações neste sábado (9) na capital do Catar, Doha.

    Durante as conversas, a delegação talibã exigiu que os bens do Afeganistão no estrangeiro fossem descongelados. Para além disso, a delegação pediu que os EUA não violassem o espaço aéreo do Afeganistão e se abstenham de interferir nos assuntos internos de seu país.

    Por seu lado, os EUA se comprometeram a fornecer ao Afeganistão vacinas contra o novo coronavírus, de acordo com uma declaração do Ministério das Relações Exteriores afegão.

    As negociações em Doha marcaram a primeira reunião entre autoridades norte-americanas e seus homólogos do grupo insurgente, após este ter estabelecido o controle do Afeganistão em meados de agosto de 2021. A delegação do Talibã descreveu as conversações como um impulso para uma "nova página" nas relações entre os dois países.

    "As delegações do governo afegão e dos EUA discutiram no Catar a virada de página em seu relacionamento, bem como a assistência humanitária ao Afeganistão e a implementação do acordo de paz de Doha", declarou o ministro das Relações Exteriores em exercício do Afeganistão, Amir Khan Muttaqi.

    A delegação talibã deverá realizar uma reunião com representantes da União Europeia, junto dos diplomatas norte-americanos, sendo que as negociações devem ser retomadas no domingo (10), segundo Muttaqi.

    O pedido da delegação do Afeganistão de levantar as restrições às reservas do Banco Central do país vem depois que o Tesouro dos Estados Unidos colocou em evidência certas transações com o Talibã e a Rede Haqqani, permitindo operações financeiras necessárias para os esforços humanitários na nação devastada pela guerra.

    Desde que o Talibã tomou o poder no Afeganistão, o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional (FMI) suspenderam a ajuda financeira ao novo governo do país - não reconhecido por grande parte da comunidade internacional -, enquanto os EUA congelaram bilhões de dólares em ativos pertencentes ao Banco Central afegão.

    Mais:

    Afeganistão: 2 civis e 2 membros do Talibã são mortos em ataque em Jalalabad, diz mídia
    Mídia revela vontade dos EUA de usar bases militares da Rússia na Ásia Central
    Veículos blindados deixados pela Dinamarca no Afeganistão dariam vantagem ao Talibã na luta interna
    Tags:
    Afeganistão, Catar, Doha, EUA, conversações, crise humanitária, ativos congelados
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar