16:12 24 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    3481
    Nos siga no

    O aumento do abastecimento de energia da Rússia para a China através da linha de transmissão aérea Amurskaya-Heihe reduz a escassez de eletricidade no país asiático, disse nesta quarta-feira (6) a Corporação Nacional da Rede Elétrica da China (SGCC, na sigla em inglês).

    A pedido de Pequim, a empresa estatal de energia da Rússia Inter RAO dobrou o abastecimento para a China em outubro em relação ao ano anterior.

    A exportação é realizada por todas as três linhas de transmissão de alta voltagem, incluindo a linha Amurskaya-Heihe.

    "Desde 1º de outubro, o tempo de operação da estação de conversão [Heihe] de 500 quilowatts com carga máxima (750 megawatts) foi aumentado de cinco horas para 16 horas por dia, o que aliviou significativamente a situação precária com o fornecimento de energia", segundo o comunicado da SGCC.

    A linha de transmissão Amurkaya-Heihe é a linha de transmissão transfronteiriça da classe de tensão mais elevada na China, revelou a empresa.

    Além disso, a SGCC reforçou as inspeções e controle de funcionamento das subestações de conversão para garantir a operação estável do equipamento elétrico.

    As autoridades de várias províncias da China, principalmente no nordeste do país, tentam lidar com cortes de aquecimento e energia por causa da escassez e alto custo do carvão e também do aumento de preços do gás natural.

    Os cortes de energia ocorrem enquanto Pequim pretende reduzir as emissões de dióxido de carbono e uso de carvão e desenvolver uma economia verde.

    Mais:

    Déficit comercial dos EUA alcança recorde histórico, sendo China responsável por 38% dele
    Ministro da Defesa de Taiwan afirma que Pequim pode invadir ilha até 2025
    China pretende dominar nova geração de Inteligência Artificial, segundo especialista
    Pequim busca 'independência estratégica' do Ocidente com novo reator nuclear, diz especialista
    Tags:
    China, Rússia, energia, eletricidade, crise, carvão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar