21:45 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    11393
    Nos siga no

    Kim Yo-jong, irmã e assessora do líder norte-coreano, recebeu nova designação na hierarquia política do país.

    Nesta quinta-feira (30), ela foi eleita membro do Comitê de Assuntos Estatais, o principal órgão de governo do país, de acordo com a KCNA.

    As mudanças no organismo governamental da Coreia do Norte incluíram também a destituição de nove membros, entre eles um de seus vice-presidentes, Pak Pong-ju, e a diplomata Choe Son-hui, que desempenhou um papel-chave nas negociações com os Estados Unidos.

    O novo cargo reforça sua posição nos círculos de poder de Pyongyang, de acordo com a agência France Press. Por muito tempo, Yo-jong tem sido uma das figuras mais próximas do líder supremo e uma das mulheres mais influentes da Coreia do Norte.

    "Kim Jong-un elevou o status de Kim Yo-jong," disse Shin Beom-chul, um especialista no Instituto de Pesquisas de Estratégia Nacional das Coreias, citado pela AFP.

    É um grande salto a partir de sua posição relativamente modesta como vice-diretora de um departamento no partido governante, e é provável que aumentem as especulações de que ela poderia ser uma candidata de longo prazo para suceder seu irmão, cujo estado de saúde é um tema comum de rumores, no caso de sua renúncia.

    Mais:

    Pentágono define lançamento de míssil da Coreia do Norte como 'séria ameaça'
    Mídia estatal da Coreia do Norte rotula EUA de 'mais hediondo violador dos direitos humanos'
    Coreia do Norte lança míssil de cruzeiro no mar do Japão antes de seu discurso na ONU
    Tags:
    Coreia do Norte, Kim Jong-un, Kim Yo-jong, Pyongyang
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar