00:51 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    190
    Nos siga no

    Mais de uma centena de pessoas, incluindo cidadãos norte-americanos, partiu do aeroporto de Cabul em direção à capital do Catar, Doha, nesta quinta-feira (9), fazendo parte da primeira grande evacuação depois que as forças estrangeiras abandonaram o Afeganistão no mês passado.

    No início do dia 9, uma fonte do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países) informou que o aeroporto estava pronto a entrar ao serviço.

    Essa fonte contou à Sputnik que o espaço aéreo afegão está aberto e que pode ser utilizado para voos internacionais. Adicionalmente, também referiu que o aeroporto deixará de ser chamado de Aeroporto Internacional Hamid Karzai, mas, ao que parece, ainda não foi revelado o novo nome.

    Um alto funcionário dos EUA, sob condição de anonimato, disse que dois membros de alto estatuto do Talibã tinham ajudado a facilitar a evacuação. O funcionário norte-americano confirmou que se encontravam a bordo bastantes cidadãos estrangeiros, incluindo norte-americanos, canadenses, alemães e húngaros.

    O grupo insurgente teria já informado que deixaria partir estrangeiros e afegãos com documentos de viagem válidos.

    Pouco antes da decolagem, funcionários do Catar prepararam o aeroporto para reiniciar os voos comerciais internacionais.

    "Posso dizer, claramente, que este é um dia histórico para o Afeganistão, pois o aeroporto de Cabul está agora operacional", declarou o enviado especial do Catar, Mutlaq bin Majed al-Qahtani.

    O enviado informou ainda que outro voo está previsto para amanhã (10) e, ante tal informação, al-Qahtani disse esperar "que a vida esteja se normalizando no Afeganistão". 

    É importante sublinhar que especialistas do Catar e da Turquia trabalharam arduamente para preparar o aeroporto para o início de voos comerciais.

    Hoje, decolou o primeiro voo de evacuação desde as caóticas operações de retirada usando transporte aéreo militar, onde mais de 100 mil pessoas conseguiram ser evacuadas do país após a captura de Cabul pelo Talibã.

    Em 30 de agosto de 2021, os EUA concluíram a retirada de suas forças do Afeganistão, quase 20 anos após invadirem o país após os ataques de 11 de setembro de 2001 em Nova York. O Talibã vinha exigindo repetidamente que as forças de Washington e seus aliados concluíssem a evacuação do país até 31 de agosto, algo que acabou sendo acelerado após ataques terroristas no aeroporto de Cabul, levados a cabo pelo Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países).

    Milhares de cidadãos afegãos se foram juntando no aeroporto de Cabul, muitos deles tentando forçar a obtenção de uma chance de fugir do país. Consequentemente, algumas dessas pessoas chegaram mesmo a perder suas vidas. Ainda assim, as forças estrangeiras abandonaram o solo afegão deixando para trás inúmeros milhares de pessoas, a quem teria sido prometida a saída do Afeganistão sob seu novo governo do Talibã.

    Mais:

    Talibã pede que EUA liberem cerca de US$ 10 bilhões de fundos congelados do Afeganistão, diz mídia
    VÍDEO mostra tropas dos EUA disparando granadas de fumaça sobre multidão de civis em Cabul
    Irã critica 'intervenção estrangeira' no Afeganistão em meio a relatos que Paquistão ajuda Talibã
    Tags:
    Afeganistão, Talibã, Cabul, aeroporto, evacuação, Catar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar