07:59 16 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    0205
    Nos siga no

    Aa forças de resistência na província afegã de Panjshir declararam ao movimento Talibã as suas intenções de se render, mas, quando os talibãs tentaram entrar na província, caíram em uma emboscada, informa fonte da Sputnik.

    De acordo com a fonte, tudo aconteceu durante a noite e as forças de resistência recusaram-se a se render.

    O distrito estrategicamente importante de Khenj, bem como o de Anaba, localizados na província de Panjshir, estão sob o controle do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países), informou neste sábado (4) o porta-voz do movimento, Bilal Karimi, em sua conta no Twitter.

    "As últimas notícias dizem que Khenj, a área mais estratégica de Panjshir, e a área de Anaba, perto da capital provincial, também foram completamente tomadas, faltando apenas [tomar] o edifício principal do distrito de Abshar", escreveu Karimi.
    Forças de resistência em Panjshir, Afeganistão
    © Foto / Assessoria de Imprensa da Resistência Nacional
    Forças de resistência em Panjshir, Afeganistão

    Desta maneira, os talibãs agora controlam quatro distritos da província, afirmou o porta-voz, acrescentando que os combatentes estão se dirigindo para o centro provincial.

    Nesta sexta-feira (3) Karimi disse que o Talibã tinha passado a controlar Paryan, o maior distrito da província de Panjshir.

    No entanto, Fahim Danesh, representante das forças de resistência, negou a tomada de Paryan pelo Talibã.

    Na quinta-feira (2), a mídia informou, citando uma fonte talibã, que o movimento tinha decidido iniciar uma operação militar contra as forças da Frente de Resistência na província de Panjshir após as negociações com o líder da resistência, Ahmad Massoud, terem fracassado.

    No início de agosto, o Talibã intensificou os seus ataques contra as forças do governo afegão. O grupo entrou em Cabul, a capital do país, em 15 de agosto, assumindo o controle do palácio presidencial no dia seguinte, declarando que a guerra no Afeganistão havia terminado e que logo seria estabelecida o nova forma de governo do país.

    Mais:

    VÍDEO mostra soldados dos EUA destruindo veículos militares antes da retirada do Afeganistão
    Democracia não pode ser imposta à força, diz Putin sobre Afeganistão
    Talibã diz ter tomado várias áreas em Panjshir; resistência anuncia eliminação de 450 talibãs
    Tags:
    Talibã, Afeganistão, grupos terroristas, conflito armado
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar