15:04 23 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    186
    Nos siga no

    Combatentes talibãs tomaram várias zonas e quatro postos de controle no Vale do Panjshir, disse à Sputnik o porta-voz do movimento Zabihullah Mujahid.

    De acordo com ele, 31 combatentes da resistência foram mortos durante ofensiva na província, incluindo três comandantes, vários outros foram feridos ou capturados. Além do mais, os combatentes do Talibã destruíram dois tanques e apreenderam armas e munições.

    No entanto, Fahim Dashty porta-voz da frente de resistência refutou as alegações dos talibãs sobre a tomada do distrito de Shotol.

    Já o representante das forças de resistência em Panjshir anunciou a eliminação de 450 combatentes talibãs e a captura de outros 130 durante os combates na noite de ontem.

    Vale do Panjshir: única região resistente ao Talibã
    © Sputnik
    Vale do Panjshir: única região resistente ao Talibã

    Ontem (2) as forças de resistência declararam que a Al-Qaeda e o movimento Talibã (organizações terroristas proibidas na Rússia e em outros países) uniram forças para combater a resistência no Vale do Panjshir.

    Panjshir, localizada a nordeste de Cabul, permanece a única província afegã que não é controlada pelos talibãs.

    As forças de resistência, lideradas por Ahmad Massoud, prometeram cessar a luta contra o movimento se ele proporcionar liberdade e igualdade a todos os cidadãos e formar um governo inclusivo.

    Forças de resistência na província de Panjshir
    © Foto / Assessoria de Imprensa da Resistência Nacional
    Forças de resistência na província de Panjshir

    No início de agosto, o Talibã intensificou os seus ataques contra as forças do governo afegão. O grupo entrou em Cabul, a capital do país, em 15 de agosto, assumindo o controle do palácio presidencial no dia seguinte, declarando que a guerra no Afeganistão havia terminado e que logo seria estabelecida o nova forma de governo do país.

    Na noite de 30 para 31 de agosto, os militares dos EUA terminaram a retirada do aeroporto de Cabul, pondo fim à presença militar americana de quase 20 anos no Afeganistão.

    Mais:

    Al-Qaeda teria elogiado vitória 'histórica' do Talibã no Afeganistão e instado a liberar Caxemira
    Democracia não pode ser imposta à força, diz Putin sobre Afeganistão
    Analistas: após vitória do Talibã, redes terroristas podem florescer e alimentar a guerra civil
    Tags:
    Talibã, Guerra no Afeganistão, grupos terroristas, conflito armado
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar