05:06 27 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    2146
    Nos siga no

    Dois líderes do Estado Islâmico-Khorasan, um ramo do Daesh que atua no Afeganistão, foram mortos, e um foi ferido, na sexta-feira (27) na sequência de um ataque de drone norte-americano, segundo Washington.

    Um ataque de drone americano matou dois líderes do Estado Islâmico-Khorasan (EI-K), um ramo do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) no Afeganistão, e outro foi ferido, comunicou no sábado (28) William Taylor, major-general dos EUA.

    "Posso confirmar, à medida que novas informações chegam, que dois alvos altamente colocados do Daesh foram mortos, um foi ferido. Desconhecemos ter havido baixas civis", disse ele em um briefing do Pentágono.

    A eliminação se seguiu ao atentado suicida de quinta-feira (26), que matou dezenas de pessoas, incluindo 13 militares dos EUA no aeroporto de Cabul, disse Taylor.

    Na sexta-feira (27) Bill Urban, porta-voz do Comando Central (CENTCOM, na sigla em inglês) dos EUA, declarou que um membro do EI-K foi morto após um ataque aéreo dos EUA no leste do Afeganistão, no mesmo dia.

    Mais:

    Talibã diz que 28 de seus membros morreram nas explosões em Cabul e promete reforçar segurança
    Afeganistão: 'Teremos que voltar' e tratar do Daesh e Al-Qaeda, diz ex-secretário de Defesa dos EUA
    Biden promete caçar terroristas e fazê-los pagar por ataque em Cabul (VÍDEO)
    Tags:
    EUA, Afeganistão, Daesh, Pentágono, Estado Islâmico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar